facebook jornal do sertão twitter jornal do sertaolinkedin jornal do sertaowhatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 08 de abril de 2020

Saúde

Oncologista alerta para fatores que podem levar ao câncer de mama

Dr. Rogério Brandão recomenda que as mulheres a partir de 40 anos façam a mamografia periodicamente, apesar do Ministério da Saúde indicar o exame a partir dos 50. “Eu acredito que a idade de fazer a mamografia deve ser mais precoce, particularmente nas mulheres que possuem histórico familiar positivo. Quando você oferece a mamografia a maior parcela da população, você consegue diminuir a taxa de mortalidade, que no Brasil é de mais de 15 mil óbitos a cada ano, um quantitativo muito elevado”, argumenta.

Postado em 10/10/2018 2018 16:17 , Saúde. Atualizado em 13/10/2018 01:43

Outubro Rosa Oncologista alerta para fatores que podem levar ao câncer de mama

São esperados cerca de 600 mil novos casos de câncer durante este ano. De acordo com o oncologista Dr. Rogério Brandão, ex-presidente da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC) vários são os fatores de risco que podem contribuir para o desenvolvimento do problema. Em relação ao câncer de mama, ele observou ao longo de 40 anos dedicados exclusivamente a área oncológica alguns perfis de mulheres com maior probabilidade de desenvolvimento da doença.

Segundo o Dr. Rogério fatores genéticos, hábitos e doenças adquiridas durante a vida influenciam diretamente nos casos de câncer de mama. “Parece haver maior incidência em mulheres que começam a menstruar muito cedo, antes dos 12 anos de idade; com menopausa tardia, após os 55 anos; mulheres que não têm filhos ou a primeira gravidez tardia, acima dos 30 anos, tudo isso somado a uma ação mais intensa e prolongada dos hormônios”, explica o oncologista.

Podem ser consideradas ainda segundo o especialista, mulheres que fazem terapia de reposição hormonal por mais de 5 anos, uso prolongado de anticoncepcional e a obesidade como fatores importantes.

Prevenção

Dr. Rogério Brandão recomenda que as mulheres a partir de 40 anos façam a mamografia periodicamente, apesar do Ministério da Saúde indicar o exame a partir dos 50. “Eu acredito que a idade de fazer a mamografia deve ser mais precoce, particularmente nas mulheres que possuem histórico familiar positivo. Quando você oferece a mamografia a maior parcela da população, você consegue diminuir a taxa de mortalidade, que no Brasil é de mais de 15 mil óbitos a cada ano, um quantitativo muito elevado”, argumenta.

Incidência mundial de câncer de mama segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) e no Brasil segundo o INCA

Previsão anual

No mundo : (24,2%), dos novos casos

NO brasil :  (28%) dos casos novos