facebook jornal do sertão twitter jornal do sertaolinkedin jornal do sertaowhatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 29 de maro de 2020

Economia

Equipe de transição de Bolsonaro negocia independência do banco central

Paulo Guedes acredita na permanência de Ilan Goldfajn

Postado em 08/11/2018 2018 10:57 , Economia. Atualizado em 08/11/2018 10:57

O Presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, Imagem /Marcelo Camargo Ag Brasil 

A equipe de transição do governo do presidente eleito Jair Bolsonaro negocia para tentar assegurar a autonomia do Banco Central. Durante a campanha presidencial, o economista Paulo Guedes, que assumirá o superministério da Economia – que reunirá Fazenda, Planejamento e Indústria, Comércio Exterior e Serviços -, disse que a estabilidade da moeda é que impulsiona a organização da produção do país e a manutenção do poder de compra da moeda, processo atrelado à independência do BC.

Assim como Guedes, o atual presidente do BC, Ilan Goldfajn, defende a independência da instituição. Porém, a equipe de Bolsonaro ainda aguarda uma definição de Goldfajn sobre sua permanência no cargo.

Ontem (7), Goldfajn esteve reunido com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), quando conversaram sobre o projeto de independência do BC. Segundo integrantes da equipe de transição, a reunião com Maia é uma sinalização de entendimento sobre a eventual permanência de Goldfajn no cargo. Link 2

Há ainda outros nomes também cotados para assumir o BC, como Roberto Campos Neto, Afonso Bevilaqua, Mário Mesquita, Beny Parnes e o atual diretor de de Política Econômica do banco, Carlos Viana.

 

Fonte : Andreia Verdélio – Repórter da Agência Brasil