facebook jornal do sertão twitter jornal do sertaolinkedin jornal do sertaowhatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 29 de setembro de 2020

Geral

Circuito pernambucano de queijos artesanais

Localiza no Agreste Meridional do estado e conhecida pelo monumento natural que originou seu nome, a Pedra, a cidade de Pedra, além dos seus atrativos turístico é  também caracterizada como a maior bacia leiteira do estado

Postado em 25/09/2019 2019 12:08 , Geral, Política, Últimas Notícias. Atualizado em 25/09/2019 12:08

Monumento que caracteriza o nome do municipio, Pedra.

Localiza no Agreste Meridional do estado e conhecida pelo monumento natural que originou seu nome, a Pedra, a cidade de Pedra, além dos seus atrativos turístico é  também caracterizada como a maior bacia leiteira do estado. Sendo assim,  o município é responsável pelo abastecimento de várias queijarias do estado. Tendo como  objetivo incentivar a melhoria da qualidade dos produtos  da região e orientar os produtores quanto a melhor forma de comercialização de sua produção, o município recebeu no último dia 21,  o 3º circuito Pernambucano de Queijos Artesanais.

Vista da Pedra

Projeto

O projeto  desenvolvido pela Assembléia Legislativa de Pernambuco  com apoio da Prefeitura de Pedra (PE), visa o aprimoramento da atividade no estado.  O festival conseguiu  reunir 18 produtores de queijos artesanais da região, englobando, além da cidade,  de Pedra,  as cidades de Buíque, Venturosa, Alagoinha e São bento do Una, que juntas apresentaram    cerca de 23 produtos para avaliação.

 

 

Avaliação

“Receber um evento como este é de extrema importância para a nossa cidade e uma forma de incentivar vários produtores a sair da clandestinidade”, diz o prefeito.  Os consumidores estão cada vez mais exigentes e  têm  buscado no mercado produtos confiáveis e de boa qualidade,  por isso  a importância  do  selo de certificação,   endossando a origem e qualidade do produto. “O  município está mapeando todos os produtores de queijo da região para  orientar àqueles  que trabalham de forma clandestina a  inovar seus negócios,  para que possam crescer no mercado.”; destacou Osório Filho”.
A Assembleia vem aumentando muito o apoio a produtores de queijo artesanal, para isso foi instalada a Comissão Especial da Bacia Leiteira, que busca  centralizar as ações dos envolvidos no setor para que suas reivindicações possam ser levadas ao governo e aos órgãos competentes.

Queijos expostos para avaliação.

Incetivos Fiscais

Um projeto de lei já sancionado pelo governo do Estado, desburocratiza a produção de queijos com a promoção de incentivos fiscais ao setor e busca facilitar a instalação de empresas em Pernambuco. A nova determinação já simplificou inclusive, o processo de legalização das queijarias junto à Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco (Adagro),  de forma que os produtores com registro nesta agência pudessem  emitir nota fiscal apenas com o Cadastro de Pessoa Física (CPF).

O governo ainda assinou um decreto que isenta o setor em 100% de ICMS e gera crédito presumido de 18% (desconto ao consumidor). O estado de Pernambuco produz dois milhões de litros de leite por dia.

No Circuito da Pedra os vencedores na categoria queijo de manteiga foram:

1.º Lugar: Laticínios Luiza – Venturosa
2.º Lugar: Laticínios Vale Lac – Pedra
3.º Lugar: Laticínios Santa Luzia – São Bento do Una
4.º Lugar: Laticínios Ramos – São Bento do Una
5.º Lugar: Laticínios Teresa – São Bento do Una

Na categoria queijo coalho os vencedores foram:

1.º Lugar: Laticínios Cober Lac – Alagoinha
2.º Lugar: Laticínios Luiza – Venturosa
3.º Lugar: Laticínios Caboclo – Pedra
4.º Lugar: Laticínios Queijo Nobre – Venturosa
5.º Lugar: Laticínios Leite Nobre – Venturosa

A Pedra receberá em 2020 uma nova edição do circuito dentro do Festival Cultural da Juventude.