facebook jornal do sertão twitter jornal do sertaolinkedin jornal do sertaowhatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 25 de setembro de 2020

Outubro-Rosa

Outubro rosa : Alimentação saudável ajuda no tratamento de câncer 

Cerca de 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados com medidas como uma alimentação saudável, prática de atividade física regular e manutenção do peso ideal.

Postado em 08/10/2019 2019 08:46 , Outubro-Rosa, Últimas Notícias. Atualizado em 08/10/2019 08:50

Dra. Marília Isidro Nutricionista

Se engana quem não acredita no poder de cura e tratamento através dos alimentos. Manter hábitos saudáveis é comprovadamente eficaz na hora do diagnóstico de diversas doenças.  explica a nutricionista Marília Isidro, que conversou com a gente explicando a importância de cada alimento, para prevenção e tratamento.

JS On: Qual a eficácia da alimentação na prevenção do câncer?

Marília Isidro: Uma nutrição adequada além de manter uma boa saúde, pode ajudar também na prevenção e tratamento de doenças como o câncer. Um dos fatores de risco para o surgimento da doença é o consumo de alimentos inflamatórios, como os industrializados, ricos em aditivos químicos e o consumo de agrotóxicos. Outro fator de grande relevância, é a relação do excesso de peso e de gordura corporal com o desenvolvimento da doença. Devemos evitar a exposição à esses fatores. Manter um peso adequado é uma das medidas mais protetoras! Quanto mais natural e variada a alimentação, melhor! Alimentos ricos em compostos bioativos tem eficácia comprovada em evitar e combater o câncer, sendo essenciais nesse processo.

JS: Existem alimento específicos para cada tipo de doença?

MI: Existem alguns estudos com alimentos e seus efeitos em tipos de câncer diferentes, mas não há nada conclusivo ainda. O poder dos alimentos pode se estender a todos os tipos de câncer. Uma alimentação mais vegetariana, com menor ingestão de alimentos de origem animal parece ser a medida mais promissora no combate à doença.

JS: Em relação ao câncer de mama, existem alimentos específicos para esse
tipo de prevenção?

MI: Dentre os compostos alimentares mais estudados por sua ação quimiopreventiva no câncer de mama, os principais são: o ácido linoléico conjugado (CLA), os ácidos graxos poliinsaturados n-3, os fitoquímicos como isoflavonas e lignanas, vitaminas e minerais. Portanto, é importante adicionar alimentos fontes desses compostos, como: frutas vermelho arroxeadas (uva, melancia, amora, framboesa, morango, tomate, romã), Cenoura, acerola, abóbora e manga são ricos em carotenoide, um potente fitoquímico. Brócolis é rico em sulforafano, que possui a capacidade de destruir células cancerígenas. Temperos e especiarias como cebola, alho, salsa, manjericão, orégano, açafrão, cúrcuma, pimenta preta, curry. Linhaça é fonte de lignana, fitoestrógeno de ação relacionada à prevenção de câncer de mama. Feijão preto e branco reduz significativamente a incidência de câncer de cólon e de mama. Azeite de oliva, nozes e abacate são fontes de boas gorduras com propriedades anticancerígenas.

JS: Quem passa por tratamento contra o câncer, qual o papel da
alimentação?

MI: A alimentação é grande aliada do tratamento, podendo contribuir para impedir a disseminação e favorecer a supressão da doença. Existem alimentos com poder de inibir a angiogênese do câncer, ou seja, podem evitar que que o câncer se espalhe por outros tecidos; e alimentos com poder supressor, que induzem a morte das células cancerígenas. O chá verde, a cúrcuma, as frutas vermelhas e roxas, limão, couve, ginseng, açafrão, azeite extra virgem, óleo de semente de uva, pimenta vermelha, cacau, abóbora, alcaçuz são exemplos de alimentos com essa propriedade.

Além disso, alimentação pode amenizar e melhorar os sintomas relacionados aos tratamentos químio e radioterápico que, em muitos casos, provocam alteração do trânsito intestinal, alteração do paladar, falta de apetite, perda de peso, enjoos e náuseas.