facebook jornal do sertão twitter jornal do sertaolinkedin jornal do sertaowhatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 28 de setembro de 2020

Cidades

Hospital Mestre Vitalino participará de Fórum

O Hospital – integrante do Projeto Paciente Seguro – foi classificado pelo cumprimento dos critérios técnicos estipulados.

Postado em 17/10/2019 2019 15:58 , Cidades, Últimas Notícias. Atualizado em 17/10/2019 15:58

 

Evento aconteceu em São Paulo, nos dias 15 e 16 desse mês

O Hospital Mestre Vitalino (HMV), localizado em Caruaru, Agreste pernambucano, foi selecionado para participar do 5o Fórum Latino-Americano de Qualidade e Segurança na Saúde,

. O Hospital – integrante do Projeto Paciente Seguro – foi classificado pelo cumprimento dos critérios técnicos estipulados. Além do HMV, a Fundação Centro de Oncologia do Estado do Amazonas também foi escolhida para participar.

O trabalho sobre a meta internacional de higienização das mãos foi apresentado no stand do Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP), durante o evento. Ao todo, 60 hospitais de todo o Brasil participam do projeto, mas apenas os dois melhores colocados foram selecionados para a apresentação das metas no Fórum.

A enfermeira Jordanna Batista, responsável pelo núcleo de segurança do paciente no HMV, representou a unidade no evento. “Para nós é um momento de muito alegria, e de certificação que estamos no caminho certo. Dentre tantas unidades participantes, nos destacamos e fomos o 1o colocado, tendo a melhor classificação na avaliação do Projeto Paciente Seguro, o que nos possibilitou participar deste Fórum”, comentou.

No final de 2018 a unidade de submeteu a seleção para o Programa Paciente Seguro e foi escolhida, sendo um dos quatro hospitais de Pernambuco que agora integram o programa, que é desenvolvido pelo Hospital Moinhos de Vento em parceria com Ministério da Saúde, por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI, SUS). Seu objetivo é melhorar a segurança do paciente em hospitais públicos localizados em 15 estados do Brasil, com base no Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP) do Ministério da Saúde.