facebook jornal do sertão twitter jornal do sertaolinkedin jornal do sertaowhatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 09 de julho de 2020

Saúde

Sarampo: Em Petrolina terá pontos estratégicos para vacinação durante Carnaval

O público-alvo são pessoas na faixa etária de seis meses a 49 anos que não receberam a vacina tríplice viral, que imuniza contra sarampo, rubéola e caxumba.

Postado em 04/02/2020 2020 10:55 , Saúde, Últimas Notícias. Atualizado em 04/02/2020 10:55

Situações e locais que envolvem grande concentração e circulação de pessoas, incluindo o Carnaval, pedem um cuidado especial em relação à transmissão de algumas doenças, entre elas, o sarampo. É por isso que a Prefeitura de Petrolina vai reforçar estratégias de vacinação no período que antecede a folia tanto na cidade, quanto na vizinha Juazeiro (BA).

O alerta foi dado porque o Carnaval tem grande circulação de pessoas e aglomerações e os casos de sarampo aumentaram no país. A Secretaria de Saúde destaca que não há caso de sarampo em Petrolina, mas a cidade vizinha de Juazeiro tem um caso confirmado e o Carnaval do município baiano é antecipado”, explica a secretária executiva de Vigilância em Saúde, Marlene Leandro.

A ação da Secretaria de Saúde de Petrolina vai iniciar nesta quarta-feira (5), das 12h às 18h, no River Shopping. Nesta quinta (6) e sexta-feira (7) o posto de atendimento será montado no Aeroporto Internacional Senador Nilo Coelho, também das 12h às 18h. Até o final de fevereiro, o esquema ficará assim: segundas, quartas e sextas no shopping e terças e quintas no aeroporto. “Vale lembrar que não se trata de uma campanha, nossa intenção é criar uma barreira contra o sarampo na cidade, vacinando as pessoas que ainda não foram imunizadas. Apesar desse reforço estratégico, a gente destaca que a vacina está disponível durante o ano todo nas Unidades Básicas de Saúde do município, e os profissionais desses estabelecimentos também estão orientados a realizar outras ações dentro da comunidade”, frisa Marlene.

O público-alvo são pessoas na faixa etária de seis meses a 49 anos que não receberam a vacina tríplice viral, que imuniza contra sarampo, rubéola e caxumba. Nos pontos móveis da prefeitura uma equipe de profissionais fará a avaliação da situação vacinal e a recomendação é para que a população apresente, preferencialmente, um documento de identidade e a carteira de vacinação, caso possuam.

Doença

O sarampo é uma doença viral, transmissível e contagiosa, que pode evoluir com complicações e óbitos. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, por meio de secreções respiratórias.  Vale destacar que, manter o cartão de vacina atualizado, seja de criança ou adulto, é fundamental para a prevenção de doenças.

PETROLINA