Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 21 de maio de 2024

Saúde

Médico não acredita em novo pico da Covid-19 no Sertão

Médico avalia quadro atual e não acredita em novo pico Covid-19 no Sertão
O público que mais testa positivo, atualmente, são os jovens, mas com quadros mais leves .A pandemia não acabou é preciso cuidados redobrados

Postado em 17/11/2020 2020 09:44 , Saúde, Últimas Notícias. Atualizado em 17/11/2020 10:04

Foto: Divulgação

O médico dermatologista Itamar Santos, diretor do Hospital Universitário , HU, da Univasf , Universidade Federal do Vale do São Francisco, em Petrolina, afirmou, que o quadro da Covid-19 teve um leve aumento semana passada , mas que não se tem ainda como caracterizar como um novo pico da pandemia na região atendida pela Rede PEBA, Rede de Atenção Interestadual de Saúde do Vale do Médio São Francisco

Falando para o conselho empresarial da Unidade Regional do Sertão do São Francisco ,URSF, da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco , FIEPE , o Dr. Itamar Santos justificou a afirmativa, citando o número estável de óbitos e a baixa ocupação dos hospitais com ênfase para os leitos de UTI de Covid-19.

Médico dermatologista Itamar Santos, diretor do Hospital Universitário , HU, da Univasf , Universidade Federal do Vale do São Francisco, em Petrolina

O médico começou a palestra para os empresários e dirigentes da entidade fazendo uma retrospectiva da situação da saúde a partir da criação da Rede PEBA, constituída por 53 municípios, englobando quase 2 milhões de pessoas nos Estados de Pernambuco e Bahia.

“Nesta rede temos 6 hospitais operando com a Covid-19 e, para se ter uma ideia, no HU Univasf dispomos de 10 vagas e temos 4 pacientes. No Hospital Regional de Juazeiro – BA a situação atual é de 3 pacientes para 10 vagas”, exemplificou.

Lembrando que nesta semana o HU Univasf não teve nenhum óbito em decorrência do novo coronavírus e que, na semana passada, o hospital registrou uma morte, o diretor concluiu a palestra tranquilizando a população. “Começamos a pandemia em abril registrando 9 casos, depois tivemos o momento mais intenso, em julho, com 172 pacientes internados na Rede. Agora, entramos na 46ª semana epidemiológica com apenas 4 pacientes no HU – Univasf”, ressaltou o Diretor do Hospital Universitário

Itamar Santos enfatizou ainda que o público que mais testa positivo, atualmente, são os jovens, mas com quadros mais leves. “Nossos corredores estão mais vazios e o pessoal médico muito mais preparado para os dias vindouros. Vamos manter os cuidados de higienização, afastamento social e evitar aglomerações”, concluiu.

Ao final da reunião, o diretor adjunto da URSF/FIEPE, Humberto Costa, agradeceu a participação do médico e destacou a importância do equilíbrio, da calma e do profissionalismo do empresariado no
enfrentamento à crise de saúde e recuperação da atividade econômica.

Em síntese não podemos relaxar, a vigilância tem que continuar, é como bem destaca a Campanha do Jornal do Sertão ” Não dê Chances ao Perigo ” , use máscara, evite aglomerações e lave sempre as mãos com água e sabão.

JS Saúde