Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 22 de maio de 2024

Cidades

Sertão se mobiliza politicamente para inclusão das atividades religiosas como serviços essenciais

Diferentes organizações religiosas estão se organizando para pedir que, no Estado, a atividade religiosa seja incluída na lista de serviços essenciais para evitar restrições como do comércio e serviços nos finais de semana. Em Petrolina e Paulista, a solução pode chegar via Câmara de Vereadores.

Postado em 02/03/2021 2021 19:32 , Cidades. Atualizado em 02/03/2021 19:31

Colunista
Jornalista ,

O último decreto do Governo de Pernambuco, que entra em vigor nesta quarta-feira, 3 de março, vetou o funcionamento dos serviços considerados não essenciais durante os finais de semana e, de segunda a sexta-feira, das 20h às 5h. No entanto, diferentes organizações religiosas estão se organizando para pedir que no Estado a atividade religiosa seja incluída na lista de serviços essenciais. O Jornal do Sertão reuniu algumas dessas manifestações em prol das atividades religiosas em Pernambuco.

Bancada Evangélica se mobiliza em Petrolina

Projeto sobre inclusão de atividades religiosas em serviços essenciais tramita na Câmara de Petrolina. Foto: Divulgação CMP

A bancada evangélica da Câmara de Vereadores de Petrolina deu entrada no Projeto de Lei (037/2021), que estabelece novas regras para o funcionamento de templos religiosos de qualquer culto em todo o município durante a pandemia causada pela Covid-19. O projeto inclui adoção de medidas recomendadas pelas autoridades sanitárias para evitar a proliferação da doença nos templos.

De acordo com o líder da Bancada Evangélica, o vereador Ruy Wanderley, “as igrejas são inscritas no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) e a maioria delas desenvolvem seus cultos entre às 17h e 21h horas em Petrolina e foram prejudicadas devido ao Decreto Estadual”, argumentou o parlamentar.

Para o vereador sertanejo, o projeto pode proteger as instituições religiosas do ostracismo. O PL está tramitando nas comissões competentes e deve entrar em votação em plenário na próxima terça-feira, 9 de março.



Em Paulista, projeto similar está tramitando 

Em Paulista, a Câmara de Vereadores também tem uma iniciativa similar a de Petrolina. O vereador Itamar Santos apresentou um projeto que prevê que todos os tipos de atividades religiosas, dentro e fora dos respectivos templos, sejam consideradas essenciais. E, por isso, esses cultos e reuniões devem ser mantidos neste período de pandemia. 

Para o parlamentar, “o cuidado com a saúde é indiscutível, mas também é preciso cuidar da mente, da alma e do espírito. E isso acontece nas reuniões”, justificou o vereador que integra a bancada evangélica da Casa legislativa de Paulista.

Mobilização e protesto na Capita

No Recife, católicos marcaram uma manifestação pacífica para incluir a atividade religiosa como serviços essenciais em todo o Estado. O grupo deve se reunir, nesta sexta-feira, 5 de março, em frente ao Palácio das Princesas, sede do Governo de Pernambuco.

Posicionamento da Diocese de Petrolina e missas online

Missas seguem sendo transmitidas pelo YouTube em Petrolina. Foto: Reprodução youtube

Procurados pelo Jornal do Sertão, padres que integram a Diocese de Petrolina informaram que, sobre o posicionamento relativo à inclusão de atividades religiosas nos serviços essenciais, a diocese local está no aguardo do posicionamento do bispo Dom Francisco Canindé Palhano. No entanto, as missas seguem sendo transmitidas pelo canal do Youtube da Paróquia Nossa Senhora Rainha dos Anjos.