Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 14 de abril de 2021

Cidades

Petrolina comemora reabertura do comércio nesta quinta-feira com novo Plano de Convivência

Fim das medidas restritivas em Pernambuco é marcado pela redução na demanda por leitos de UTI e menor média móvel de mortes do país segundo governo do Estado, porém, o momento ainda é de alerta. Além dos novos dados, o médico e secretário de Saúde, André Longo, reforçou o apelo pelo distanciamento social. Após 14 dias de medidas mais rígidas e suspensão de atividades não-essenciais, as cidades se preparam para a volta do comércio, como é o caso de Petrolina, no Sertão do São Francisco.

Postado em 31/03/2021 2021 21:21 , Cidades. Atualizado em 31/03/2021 21:22

Jornalista , Editor Antônio José em Cidades

Comércio. Foto: CDL

O Secretário de Saúde, o médico André Longo, fez um apelo direcionado aos mais jovens, que, costumeiramente, são os que mais costumam participar de festas clandestinas e não dar a devida atenção à gravidade da pandemia. “Eu quero fazer um apelo a vocês, jovens. Por favor, respeitem os protocolos, não vão a festas clandestinas, não aglomerem. Na próxima segunda-feira (5), muitos voltam às aulas presenciais, portanto, vamos ter cuidado!”

Com o último dia de medidas mais rígidas terminando em Pernambuco e a expectativa para o inicio da flexibilização de atividades do novo Plano de Convivência a partir desta quinta-feira (1), o Estado registrou uma redução na demanda por leitos de UTI e tem menor média móvel do país na última semana.

As informações foram repassadas pelo Governador de Pernambuco, Paulo Câmara, e pelo secretário de Saúde do Estado, o médico André Longo, durante coletiva de imprensa online, que citou a interrupção no crescimento acelerado das demandas por leitos de UTI das últimas quatro semanas, além da taxa de mortalidade, que já chegou à marca de terceira maior do país e hoje ocupa a vigésima primeira posição quando se compara aos dados totais desde março de 2020.

Coletiva de imprensa com o Secretário da Saúde André Longo. Foto: Heudes Regis/SEI

Mas se engana quem pensa que as informações podem ser comemoradas. “Não é hora de baixar a guarda. Nosso comportamento nos próximos dias será preponderante para que possamos continuar com o plano de flexibilização. Caso haja aceleração da pandemia, nada impede que medidas mais duras tenham que ser novamente tomadas”, pondera o governador.

Apesar dos dados repassados pelo Governador Paulo Câmara, Petrolina registrou no boletim desta quarta-feira (31) uma taxa de 93% na ocupação de leitos de UTI e o número de novos casos confirmados foi de 122 pessoas infectadas. 

Comércio comemora retomada

Em Petrolina, a expectativa  para a reabertura do comércio vem sendo comemorada pelos órgãos que representam a classe. O presidente do Sindicato dos Lojistas de Petrolina (Sindilojas), Joaquim de Castro, afirmou que após 10 dias de portas fechadas, muitos comerciantes sentiram o baque no faturamento, mas, que agora poderão se recuperar. “Foi um momento tenso, afinal, já vínhamos de um ano com uma série de restrições. Mas agora, os lojistas poderão reabrir com os protocolos de segurança que já vinham sendo seguido por todos. É preciso parar de ver o comércio como vilão, pois a maioria das lojas não aglomera o tanto que um banco, que o transporte público ou supermercado”, diz.