Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 22 de outubro de 2021

Política

O impacto e a importância econômica e social do Auxílio Emergencial por Aluísio Sampaio

Em sua coluna de hoje, ele fala sobre o Auxílio Emergencial do Governo Federal, a prorrogação aprovada para 2021 e os seus benefícios.

Postado em 01/04/2021 2021 15:58 , Política. Atualizado em 01/04/2021 15:58

Colunista

Especialista em Gestão Pública, Aluísio Sampaio escreve quinzenalmente a coluna “Políticas Públicas” no JS.

Após muitas incertezas e discussões, o Auxílio Emergencial continuará em 2021, tendo sido aprovado pelo Congresso Nacional e sancionado pela Presidência da República. Desta vez, serão pagas quatro parcelas, com valores mais baixos, variando entre R$ 150,00, R$ 250,00 e R$ 375,00. Serão investidos R$ 43 bilhões nas quatro parcelas.

Com objetivo de amparar financeiramente autônomos, trabalhadores informais, microempreendedores individuais e desempregados neste período de crise, ocasionado pela pandemia da COVID-19, o Auxílio Emergencial em 2020, segundo a Caixa Econômica, beneficiou cerca de 70 milhões de brasileiros, contribuindo de maneira importante, para diminuir a pobreza, a desigualdade e a vulnerabilidade, sustentando a atividade econômica nacional.

Para se ter uma ideia do impacto do auxílio emergencial no Estado de Pernambuco, de acordo com a Secretaria da Fazenda, o auxílio injetou R$ 10,7 bilhões na economia local em 2020, equivalente a 5,5% do PIB estadual. Foram beneficiados 3,6 milhões de pernambucanos, pouco mais de um terço da população. Em 131, dos 184 municípios de Pernambuco, o impacto do auxílio superou os 10% do PIB municipal.

Em consonância ao auxílio emergencial do governo federal, a Prefeitura do Recife criou o Auxílio Municipal Emergencial (AME), onde serão beneficiadas de maneira financeira, 30 mil famílias, correspondendo aproximadamente 120 mil pessoas, entre os meses de abril e maio, com valores entre R$ 50,00 e R$ 150,00. O investimento é na ordem de R$ 6,4 milhões nas duas parcelas.

Em tempo de aumento da pandemia, dificuldade para manter empreendimentos, desemprego, pessoas em situação de carência das mais diversas e retração econômica, todo auxílio financeiro é importante, para amenizar a circunstância complexa e difícil que estamos vivenciando. Mais que uma política pública, é uma questão de humanidade.

Quem é Aluísio Sampaio: Sertanejo Pernambucano, da Capital do Vaqueiro, Serrita, é Mestre em Dinâmicas de Desenvolvimento do Semiárido pela Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF). Especialista em Gestão em Saúde e Gestão Pública Municipal, também pela UNIVASF. Possui extensão em Gestão da Inovação e Difusão Tecnológica pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), e Gestão e Liderança: Empreender em Tempos de Crise, pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Graduado em Computação pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), e Administração pela Universidade Norte do Paraná (UNOPAR). É Técnico em Recursos Humanos pela Escola Técnica Estadual Professor Antônio Carlos Gomes da Costa (ETEPAC), e Logística pela Escola Técnica Estadual Professor Agamemnon Magalhães (ETEPAM). Entusiasta do desenvolvimento econômico, social e ambiental. Instagram: @aluisio_sampaio