Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 24 de julho de 2021

Política

Estratégia do Centro Democrático é Defender o Brasil do Mal Estar Ideológico por Angelo Castelo Branco

Os candidatos do Centro Democrático vão ter que polarizar com Bolsonaro e Lula para sensibilizar os eleitores em torno de novas propostas de governo. A tese central que os une considera que os atuais protagonistas das eleições presidenciais representam uma geração que fechou seus ciclos e que não tem competência para alavancar o processo civilizatório e econômico reivindicado pela sociedade.

Postado em 04/04/2021 2021 11:50 , Política. Atualizado em 03/04/2021 17:18

Angelo Castelo Branco  Jornalista e Escritor

A capacidade das velhas candidaturas vai ser contestada

Os candidatos do centro democrático vão ter que polarizar com Bolsonaro e Lula para sensibilizar os eleitores em torno de novas propostas de governo. A tese central que os une considera que os atuais protagonistas das eleições presidenciais representam uma geração que fechou seus ciclos e que não tem competência para alavancar o processo civilizatório e econômico reivindicado pela sociedade.

O objetivo é promover uma ruptura e inaugurar um novo clima

As correntes de pensamento que se mobilizam nesse momento nos grandes centros econômicos do Brasil com o objetivo de esvaziar a polarização Lula/Bolsonaro planejam causar um impacto e uma ruptura através das novas gerações de políticos em atuação nos estados e no congresso nacional. O desgaste dos velhos políticos os afasta do perfil de gerentes pró ativos e os mantém num exaurido patamar de líderes meramente ideológicos. Os antigos líderes deixaram a União e os estados empobrecidos.

Em defesa de uma nação mais leve e próspera

A ideia é mostrar que os modelos de gestão do PT e do grupo Bolsonaro (sem partido) já não servem mais para o Brasil e em nada contribuirão para tirar o país da zona de conflitos sociais e dos riscos de interferência do estado na vida das pessoas. Governo bom é governo que não aparece, não entra em confronto com a sociedade e se revela eficiente para promover o desenvolvimento, defende o centro democrático.

Quem é Angelo Castelo Branco : Jornalista e Escritor

Assessor de Comunicação do Ministério da Educação

Secretário de Impressa da Prefeitura do Recife

Gestor de Comunicação da Celpe depois da privatização pelo grupo Iberdrola.

Autor dos Livros: Provocações da Memória (2008) e Um Artífice do Entendimento biografia do Ex-vice presidente da República, Marco Maciel (2017) José Ramos e Roberto Magalhães.