Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 25 de setembro de 2021

Política

Guerra ideológica subestimou a experiência do SUS Por Angelo Castelo Branco

O tema das vacinas pode ganhar mais espaços a partir das sessões da CPI da Pandemia nesta semana. Os governistas vão acusar governadores como responsáveis pela dispersão de esforços e os oposicionistas vão responsabilizar o presidente Bolsonaro por não ter fechado contratos antecipados com os fabricantes dos imunizantes

Postado em 02/05/2021 2021 12:08 , Política. Atualizado em 01/05/2021 20:57

Angelo Castelo Branco Jornalista e Escritor

A insensatez da luta pelo poder causar danos às instituições

O movimento isolado dos governadores que fazem oposição ao presidente Bolsonaro e o vacilo do Ministério da Saúde, puseram em dúvida a eficácia da logística na distribuição das vacinas contra a Covid. A guerra ideológica subestimou a expertise do Sistema Único de Saúde que há décadas faz chegar milhões de vacinas ao povo, projetando o Brasil como nação referência de imunizações em massa.

 

Os gritos contra suspeitas de privilégios a municípios

Como consequência das dúvidas sobre o comando único da vacinação começam a surgir protestos de prefeitos e de líderes de classes denunciando supostos favorecimentos de cidades e de categorias profissionais nas agendas de distribuição dos imunizantes. Prefeitos pernambucanos, por exemplo, chegaram a questionar as razões pelas quais o Recife está vacinando a população numa proporção maior do que em outros municípios. O SUS ficou calado.

 

Bolsonaro vai ser o alvo da semana na CPI

O tema das vacinas pode ganhar mais espaços a partir das sessões da CPI da Pandemia nesta semana. Os governistas vão acusar governadores como responsáveis pela dispersão de esforços e os oposicionistas vão responsabilizar o presidente Bolsonaro por não ter fechado contratos antecipados com os fabricantes dos imunizantes. A situação do palácio do Planalto não é das mais confortáveis e pode tomar rumos imprevisíveis, assegura gente da convivência no poder.

 

Quem é Angelo Castelo Branco : Jornalista e Escritor

Assessor de Comunicação do Ministério da Educação

Secretário de Impressa da Prefeitura do Recife

Gestor de Comunicação da Celpe depois da privatização pelo grupo Iberdrola.

Autor dos Livros: Provocações da Memória (2008) e Um Artífice do Entendimento biografia do Ex-vice presidente da República, Marco Maciel (2017) José Ramos e Roberto Magalhães.