Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 18 de junho de 2021

Saúde

Próximo a atingir 25% da população vacinada, São José do Egito dá início à vacinação de professores

Prestes a atingir 25% da população devidamente vacinada contra a Covid-19, São José do Egito deu início, na última segunda, dia 10, a vacinação dos professores de sua rede de ensino. Paulo jucá, Secretário de Saúde da cidade, afirma que a vacinação dos demais trabalhadores de educação deve começar na próxima segunda, dia 17. “A vacinação de todos os professores vai garantir que possamos retomar as nossas atividades presenciais”, revela Henrique Marinho, Secretário de Educação da cidade.

 

Postado em 13/05/2021 2021 17:15 , Saúde. Atualizado em 13/05/2021 17:45

Jornalista , Editor Antônio José em Saúde

oto: Prefeitura de São Joaé do Egito/Divulgação

A cidade de São José do Egito é uma das primeiras do Sertão do Pajeú a dá início a imunização do grupo educacional. Na última segunda, dia 10, começou a agendar a vacinação dos professores da sua rede municipal e nos últimos dois dias, dias 11 e 12, começou o agendamento dos professores da rede estadual e privada localizadas no município.

Com o avanço da vacinação, a cidade pretende retomar assim que possível o cronograma de aulas presenciais, suspensos desde o início da pandemia, em 17 de março de 2020. “Ficamos felizes por dois motivos. Poder dar andamento à vacinação de mais um grupo e poder vislumbrar um retorno mais breve das aulas presenciais e com uma maior segurança”, revela o Secretário de Saúde, Paulo Jucá.

Paulo Jucá, secretário de saúde, e de planejamento e gestão

 

 

Demais profissionais da educação

E para dar ainda mais segurança rumo ao retorno das aulas presenciais, o município pretende ampliar o agendamento para os demais trabalhadores da rede educacional. “Na próxima segunda, os demais profissionais que trabalham na nossa rede educacional, com porteiro, segurança, auxiliar de sala de aula, motoristas, poderão começar a agendar sua vacinação. A vacinação de todos vai garantir que possamos retomar as nossas atividades presenciais”, revela Henrique Marinho, Secretário de Educação da cidade.

 

Aulas presenciais poderão voltar em agosto

De acordo com o secretário de educação, se tudo acontecer de forma como está se planejando, em agosto a cidade poderá ofertar a possibilidade de ensino presencial. “Sabemos o quanto esse momento está difícil para todos, mas mesmo o governo estadual tendo dado permissão para que retomássemos o ensino presencial, não sentimos segurança em expor nossos profissionais antes da vacinação. Por isso, estimamos que em agosto, com o esquema vacinal desse grupo educacional completo, possamos ofertar o ensino presencial, híbrido, assim como a continuidade do ensino totalmente remoto”, explica Marinho.

 

Investimento em tecnologia fez a diferença

Segundo Paulo Jucá, o avanço da vacinação no município está sendo possível graças ao investimento em tecnologia na marcação da vacinação. “Há aproximadamente um mês, implantamos um software de agendamento de vacinação. Isso fez toda a diferença e nossa vacinação deslanchou. Permite um grande avanço no planejamento e avanço dos grupos, sem deixar nenhum grupo para trás”, explica o Secretário de Saúde.



 

Agendamento

O agendamento para a vacinação pode ser feito pelo computador, no www.minhacidadevacina.imunizape.com.br,  ou, pelo celular, no aplicativo minhacidadevacina.

 

Comprovante

No dia da vacinação, o professor deverá estar em posse de uma declaração da Secretaria Municipal de Educação que comprove estar enquadrado no grupo de imunização.

 

Vacinação segue cronograma normal

Além dos profissionais de educação, a cidade mantém o cronograma de vacinação do grupo prioritário do momento, composto de grávidas, mulheres com até 45 dias de pós-parto, além de algumas comorbidades, como obesidade mórbida; Síndrome de Down; transplantados de órgãos sólidos ou medula óssea; pessoas vivendo com HIV e imunossuprimidos, pacientes oncológicos que realizaram tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos 6 meses e com neoplasias hematológicas. Vale lembrar que é obrigatório, no ato da vacinação, a apresentação do laudo que comprove o enquadramento nos grupos de vacinação no grupo em questão.

 

 

JS Saúde