Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 18 de junho de 2021

Culinária

A culinária Pancs sertaneja enriquece os pratos com sabores para todos os gostos 

As Pancs chamadas de Plantas Alimentícias Não Convencionais vem conquistando a mesa dos sertanejos além de suas fronteiras. Saborosas e nutritivas  enriquecem os paladares de todos os gostos e fazem a cabeça dos grandes chefs atualmente como a sertaneja  Juci Melo, que transformou algumas dessas espécies em verdadeiras obras de arte nos pratos.

Postado em 15/05/2021 2021 20:59 , Culinária. Atualizado em 15/05/2021 21:00

Jornalista , Editor Antônio José em Culinária

Foto Reprodução

Você já ouviu falar em culinária Pancs? Pois é, trata-se de “Plantas Alimentícias Não Convencionais”, que há muito tempo vem enriquecendo a culinária nacional. E, por acaso, teve a curiosidade de observar um matinho camuflado no meio da sua horta, quintal ou jardim? 

Se ainda não, saiba que ele pode ser inserido na alimentação diária, e pode movimentar a economia da região onde é cultivado e até fazer parte da alta gastronomia? As principais Pancs encontradas no Bioma da Caatinga são as Facheiro, Palma, Maracujá do Mato, Coroa de Frade e outras variedades, como a Algaroba.

 

Cactáceas Foto Divulgação

As Cactáceas como a Palma e o Facheiro dominam a lista de plantas da Caatinga que podem ser utilizadas em diversas receitas. Seus caules suculentos já são utilizados em pratos variados, da entrada à sobremesa, além de incrementarem bebidas. 

A variedade de iguarias que podem ser preparadas com as Pancs é ilimitada. Como sucos de palma, salada de Pancs e Pancs com ovos mexidos e queijo de cabra. Ganache de chocolate com leite de Ouricuri, geleia de umbu e crumble de ouricuri e cumaru.

Licuri Foto Divulgação

Em Petrolina, no Sertão do São Francisco, essa culinária ganha à mesa e enriquece o sabor dos pratos pelas mãos criativas da chef Juci Melo. Altamente nutritiva ela pode contribuir para uma dieta saudável. 

Chef Jucí Melo

Natural de Campo Santo, na época zona rural de Petrolina e hoje distrito do município de Santa Filomena, Juci Melo cresceu provando os pratos preparados por sua avó, dona Ubelina que sempre incluía as Pancs em suas receitas. 

Com o tempo, Juci passou a observar as riquezas da mata branca “A Caatinga”. Consultou especialistas e passou a utilizar sementes, caules, flores, folhas e frutos para criar e incrementar bebidas, pratos saborosos e com forte identidade cultural, que são servidos em seu restaurante – o Flor de Mandacaru,que existe há 11 anos em Petrolina. 

Do Mato Para o Prato 

Juci conta que quando morava com sua avó na roça, já usava Coroa-de-Frade, Facheiro. “Sempre comi Algaroba. Comecei a inserir essas plantas nos pratos servidos no restaurante. Os cactos, por exemplo, são muito ricos em cálcio e têm propriedades medicinais, são diuréticos. A palma é termogênica”, ressalta a chef que diz ter muito orgulho de ser sertaneja, e do que “temos no Sertão e que ainda é pouco explorado”

As Pancs inspiram grandes chefs e já são presenças marcantes nos pratos dos sertanejos.

Inspirada na culinária PANCS selecionei alguns pratos criados por Chefs Sertanejos  que foram destaques na coluna JS culinária.  Salve a Caatinga! Bom Apetite!

 

Creme Brulée ganha versão sertaneja com toque da umburana de cheiro pelas mãos do Chef Júnior Bragança

Um Doce da Flora Sertaneja feito de Coroa de Frade

Frappuccino à Moda Sertaneja

“Bredo de Coco” uma receita especial para Semana Santa. Aprenda os segredos de fazer esse prato com  Chef Juci Melo de Petrolina