Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 24 de setembro de 2021

Ciência e Tecnologia

Saúde digital é foco de capacitação promovida pela Sudene

Gestores, profissionais de saúde, técnicos e agentes comunitários receberão, através do Núcleo de Telessaúde da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE/Nutes), capacitação em Saúde Digital para Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Combate às Endemias (ACE). Ação contribuirá para evolução do processo de inclusão digital em saúde em cidades-polos do Sertão, como Petrolina e Serra Talhada, além de Caruaru, no Agreste do Estado. Segundo o superintendente da Sudene, Evaldo Cruz Neto, “qualificação faz parte do plano de sua gestão em interiorizar o processo de inovação no Nordeste”.

Postado em 17/05/2021 2021 18:43 , Ciência e Tecnologia. Atualizado em 17/05/2021 18:45

Foto Divulgação

A Sudene acaba de lançar um programa totalmente focado na capacitação de agentes de saúde no universo digital. No total, serão investidos em todo o Nordeste, cerca de R$1 milhão, para formar 2 mil servidores das cidades de atuação da Sudene no Agente Digital.

Em Pernambuco, serão destinadas 400 vagas para gestores, profissionais de saúde, técnicos e agentes comunitários, que receberão, através do Núcleo de Tele saúde da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE/Nutes), capacitação em Saúde Digital para Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Combate às Endemias (ACE). Desse total, 250 vagas serão destinadas aos municípios de Caruaru, no Agreste do estado, e em Petrolina e Serra Talhada, ambas no Sertão pernambucano. “Como forma de contribuirmos com esse momento de pandemia, em conversas junto à Universidade Federal de Pernambuco, formatamos esse curso para que os profissionais que atuam na área da saúde possam estar atualizados com o que há de mais novo em relação às técnicas e práticas para apoiar seus trabalhos de forma remota”, explica o superintendente da Sudene, Evaldo Cruz Neto.

Interiorizar o processo de inovação é foco da Sudene

De acordo com ele, a escolha por cidades foras das grandes capitais dentro da área de atuação da Sudene faz parte da estratégia da autarquia, ligada ao Ministério de Desenvolvimento Regional, de levar inovação para o interior do Nordeste. “A inovação é um elemento que abarca todo nosso Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE) e em cidades do interior existem uma série de demandas nessa área. Através da inclusão de inovação em cidades que consideramos polos que para nós significa um universo de 20 milhões de pessoas em um universo das 60 milhões contempladas por ações da Sudene, é crucial para avançar no nosso plano de desenvolvimento da região”, complementa o superintendente.

Evaldo Cavalcanti da Cruz Neto, Superintendente da Sudene Foto Divulgação

Outras ações de inovação vão ocorrer no segundo semestre

Ainda segundo Cruz Neto, dentro dessa linha de atuação da Sudene, no início do próximo semestre essas cidades polos, serão beneficiadas com outras ações com foco no processo de inovação. “Conseguimos liberar um grande recurso para pesquisa e desenvolvimento da região, com impacto na ovinocultura, caprinocultura, fruticultura, energias renováveis e startups”, adianta o superintendente, que afirma que no início do segundo semestre lançará editais com os detalhes dos projetos citados.

Prefeituras impulsionam sua presença digital na pandemia

Esse direcionamento dos recursos da Sudene para o processo de inclusão digital na área de saúde no Nordeste chega em um momento que a informação digital é ferramenta essencial e principal elo entre prefeituras e população. Em mais de um ano de pandemia, é através dos canais online, tendo o Facebook e Instagram como mais utilizados, seguido pelo Twitter e Youtube, que a população busca informações.



E as prefeituras estão atentas a esse momento e investindo nesses canais. Não à toa, durante esse momento pandêmico, é através das redes sociais que são disseminadas notícias de cada município sobre andamento da vacinação, agendamento da vacinação, cuidados para evitar a propagação do vírus, assim como esclarecer de forma objetiva as dúvidas do público.

A evolução desse panorama no Sertão pernambucano, inclusive, é tema de pesquisa inédita da Zeeng em parceria com este Jornal do Sertão, que será lançada durante live no Instagram @jornaldosertão, próxima quarta, dia 19, às 19h35.