Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 18 de junho de 2021

Cultura

A lenda da cobra gigante da ilha do fogo

A ilha do fogo, como é chamada pelos moradores do Vale, é uma das ilhas mais conhecidas e movimentadas entre Petrolina, em Pernambuco, e Juazeiro, na Bahia. Mas, para além dos banhos de rio e encontros casuais, a ilha também é o lar de uma das lendas mais famosas da região.
Reza a lenda que embaixo da ilha do fogo vive aprisionada uma serpente gigante, de tamanho nunca visto antes. Segundo a profecia, a tal serpente foi presa a três fios de cabelo de Nossa Senhora das Grotas, padroeira de Juazeiro, na Bahia. Até aí tudo bem, pensei. Mas o que acontecerá quando o último fio se romper? Um desastre colossal, capaz de não deixar pedra sobre pedra, ou melhor, prédio sobre prédio.

Postado em 04/06/2021 2021 11:47 , Cultura. Atualizado em 04/06/2021 14:31

Jornalista , Editor Antônio José em Cultura

Bruno Alexandre Professor e Escritor Colunista do Jornal do Sertão

 

A ilha do fogo, como é chamada pelos moradores do Vale, é uma das ilhas mais conhecidas e movimentadas entre Petrolina, em Pernambuco, e Juazeiro, na Bahia. Mas, para além dos banhos de rio e encontros casuais, a ilha também é o lar de uma das lendas mais famosas da região. Eu era apenas um menino quando me ocorreu saber da tal serpente gigante. Foi em uma dessas noites quentes, quando as pessoas colocavam as cadeiras na calçada e entre conversas sérias e descontraídas, os mais velhos contavam as crianças histórias de visagens, lendas a assombrações.

Naquela noite quente contava a minha vó o seguinte: reza a lenda que embaixo da ilha do fogo vive aprisionada uma serpente gigante, de tamanho nunca visto antes. Segundo a profecia, a tal serpente foi presa a três fios de cabelo de Nossa Senhora das Grotas, padroeira de Juazeiro, na Bahia. Até aí tudo bem, pensei. Por mais que assuste o fato de uma serpente gigante viver tão parte da gente, pelo menos algo a mantem presa e incapaz de fazer qualquer mal aos moradores da região. Será mesmo? De acordo com os mais velhos, dois dos fios já se romperam e apenas um é responsável por manter o monstro aprisionado sobre as águas do velho Chico.

Mas o que acontecerá quando o último fio se romper? Um desastre colossal, capaz de não deixar pedra sobre pedra, ou melhor, prédio sobre prédio. Após o rompimento do último nó, a serpente gigante se libertará, inundando e destruindo Petrolina, Juazeiro e todo o Vale do São Francisco, dizem que é água capaz de cobrir até o relógio da catedral de Petrolina. Lenda ou não, até hoje os moradores da região aguardam apreensivos o dia que a tal profecia vai se cumprir. Até lá, eles celebram sobre as terras da ilha onde a serpente vive.

 

Bruno Alexandre. Licenciado em química e professor de ciências no ensino fundamental II, em Petrolina. Conta lendas, causos e histórias sobre o sertão no tik tok e no Instagram.

 

mao