Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 20 de junho de 2021

Educação

Arcoverde no Sertão do Moxotó atrai investimentos em Faculdade de Medicina 

A escolha por Arcoverde para expandir a atuação do grupo educacional São Leopoldo Mandic, de Campinas (SP), pelo Nordeste e implantar  a Faculdade de Medicina do Sertão , foi a infraestrutura que a região oferece para o ensino médico como rede hospitalar, saúde primária e pessoal. Como também o  município de Arcoverde ser  sede da VI Geres – Gerência Regional de Saúde do Estado de Pernambuco.” Desta forma, a Faculdade de Medicina do Sertão em Arcoverde foi selecionada como melhor em todos os critérios e vencedora do edital do MEC ”, disse o coordenador do curso de Medicina, doutor José Francisco Chagas. 

Postado em 06/06/2021 2021 18:47 , Educação. Atualizado em 07/06/2021 10:41

Jornalista , Editor Antônio José em Educação

 

Faculdade de Medicina do Sertão, em Arcoverde, pertencente ao grupo São Leopoldo Mandic Foto Divulgação

Diante das oportunidades oferecidas pelo Governo Federal em interiorizar o ensino superior do País, um dos grandes grupos de educação do Brasil, o São Leopoldo Mandic, de Campinas (SP), é avaliado pelo Ministério da Educação com a nota máxima, figurando entre as dez melhores universidades públicas e privadas do País – e em primeiro lugar na área da saúde. A instituição é focada nos cursos de Odontologia e Medicina.

 

Faculdade do Sertão Foi Criada em 2019

O grupo educacional São Leopoldo Mandic ,com unidades instaladas em destacados municípios dos estados de São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Espírito Santo, Minas Gerais e Ceará,  foi uma das instituições particulares que aproveitou a chance concedida pela União por meio do Programa Mais Médicos e REUNI e se candidatou, em 2019, a uma vaga para instalar uma faculdade de Medicina, na cidade de Arcoverde, Sertão do Moxotó, e, dessa forma expandir sua atuação além das fronteiras do Sul e Sudeste do País. A instituição foi criada em 2019, mas começou suas atividades em meio à pandemia em 2020.

 

Venceu Arcoverde em todos os critérios 

“O edital foi lançado pelo MEC e Ministério da Saúde, para que cidades interessadas em abrir faculdades de medicina pudessem se candidatar ao certame público. Desta forma, a Faculdade de Medicina do Sertão  foi selecionada como melhor em todos os critérios e vencedora do edital, em Arcoverde (PE)”, disse o coordenador do curso de Medicina, doutor José Francisco Chagas. 

Doutor José Francisco Chagas, coordenador do curso de Medicina na FMS, em Arcoverde

O coordenador da Faculdade do Sertão atesta os critérios da escolha 

Segundo o coordenador da Faculdade de Medicina do Sertão, a escolha por Arcoverde para expandir a atuação do grupo pelo Nordeste,  foi a infraestrutura que a região oferece para o ensino médico,  como rede hospitalar, saúde primária e pessoal. O município de Arcoverde é sede da VI Geres – Gerência Regional de Saúde do Estado de Pernambuco. “Estamos muito felizes, pois contribuímos para o desenvolvimento da saúde na região, além de somar mais esforços para a continuidade e engrandecimento de um sistema de saúde já bem montado. Além disso, tomando como base,  a alta procura nos processos seletivos, podemos verificar que há alta demanda por nosso curso nesta região”, atestou o gestor.     



Reconhecimento do Curso

O curso de Medicina oferecido pela instituição ainda está em processo de reconhecimento pelo Ministério de Educação e Cultura (MEC). O reconhecimento, segundo o doutor José Francisco Chagas, deve ocorrer por volta do 4º ou 5º ano de funcionamento, quando mais de 50% da carga horária tiver sido ofertada.”Trata-se de procedimento regulatório padrão e temos certeza de que teremos sucesso”, avaliou. Atualmente, a Faculdade de Medicina do Sertão oferece 55 vagas, das quais 5 são destinadas  a bolsas de estudo integral.

 

As vantagens de estudar medicina em Arcoverde 

Os estudantes que optarem em cursar Medicina em Arcoverde,  vão encontrar uma estrutura robusta, com laboratórios de práticas integradas; laboratório de anatomia; laboratório de simulação realística, com robôs de alta fidelidade para treinamento de situações clínicas, treinamento de partos, além de modelos para prática de procedimentos básicos, como punção venosa, aferimento de pressão arterial, temperatura, peso, estatura, medidas nutricionais, e laboratório de técnicas cirúrgicas.  

 

O SUS como prática real para os alunos

Um dos diferenciais do curso de Medicina, em Arcoverde, segundo o gestor da Faculdade  é que desde o primeiro semestre do curso, os alunos participam de visitas comunitárias e têm contato com pacientes nas Unidades Básicas de Saúde e hospitais. Deveremos contar, a partir de 2022, com uma clínica-escola, academia e quadra de esportes para os alunos. 

Nossa metodologia está embasada  em aprendizagens ativas,  nas quais os próprios estudantes assumem o protagonismo do processo de construção do saber médico, sempre orientados por professores qualificados. Dentro dessas metodologias ativas, podemos citar: aprendizagem baseada em problemas em grupos tutoriais, aprendizagem baseada em equipes e simulações realísticas, por exemplo”, explicou Chagas.  

 

Integração Ensino Saúde e Comunidade 

Além disso, os estudantes têm acesso a laboratórios de anatomia, de práticas integradas e de habilidades médicas do primeiro ao oitavo período do curso quando, então, têm início os estágios integrais nos serviços de saúde intitulado de internato e que ocorre nos dois últimos anos do curso. Na Faculdade de Medicina do Sertão, os estudantes estão inseridos nos serviços de saúde do SUS desde o primeiro semestre do curso, sempre acompanhados de nossos professores  em uma unidade curricular que chamamos de IESC – Integração Ensino Saúde e Comunidade”, acrescentou o gestor.

 

Extensão , Pesquisa e Iniciação Científica 

A Instituição possui um Programa de Iniciação Científica, cujo edital está aberto e os projetos de extensão já estão vigentes. Alunos já iniciaram projetos de extensão e iniciação científica e programas oficiais da faculdade. “A FMS estimula e apoia a participação de alunos em atividades extracurriculares. Foi criado, também, o núcleo de inovação em parceria com as unidades de Araras e Campinas SP”, disse José Francisco Chagas. 

 

Oportunidades de Mestrado em Medicina e Doutorado em Odontolgia 

O Grupo São Leopoldo Mandic possui Mestrado em Medicina e Mestrado e Doutorado em Odontologia, todos aprovados pela CAPES. O número de cursos de Especialização é grande, com oito unidades localizadas em importantes cidades do País. “A residência médica já ocorre há dois anos, em várias especialidades, nas faculdades de Campinas e de Araras, com bolsas de estudo arcadas pela instituição, e que também serão realidade na Faculdade de Medicina do Sertão”, acrescentou.