Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 08 de dezembro de 2021

Política

A importância de programas sociais de transferência de renda para a redução da pobreza Por Aluísio Sampaio

A transferência de renda, por meio de programas sociais  contribui bastante para o enfrentamento e diminuição da pobreza, inúmeras pessoas ou famílias em nosso país  convivem em condição de extrema vulnerabilidade.

Postado em 18/06/2021 2021 09:42 , Política. Atualizado em 18/06/2021 10:35

Colunista

Especialista em Gestão Pública, Aluísio Sampaio escreve quinzenalmente a coluna “Políticas Públicas”,

Para atenuar essa condição complexa temos o exemplo do Programa Bolsa Família, criado no ano de 2003, que busca atender famílias que vivem em situação de pobreza. De acordo com a Secretaria Nacional de Renda de Cidadania (SENARC), do Ministério da Cidadania, em 2020, mais de 14 milhões de famílias foram beneficiadas pelo Bolsa Família, onde foram injetados recursos na ordem de quase R$ 30 bilhões, colaborando de maneira significativa, para a melhoria da qualidade de vida da população mais carente. Outro exemplo de transferência de renda, vem do estado de Pernambuco, com o Programa 13º do Bolsa Família. Criado em 2018, pelo Governo Estadual, sob a coordenação da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ), o programa visa conceder anualmente,  uma parcela extra de até R$ 150,00,   aos beneficiários do Bolsa Família em Pernambuco.

 

Bolsa Família em Pernambuco

 

Para se ter uma ideia do impacto do 13º do Bolsa Família no estado, segundo a SDSCJ, referente ao ano 2020, mais de 1 milhão de famílias foram atendidas, o que representa cerca de 35% da população pernambucana, onde foram investidos mais de R$ 150 milhões, contribuindo positivamente para as pessoas em situação de adversidade e movimentando a economia local. Vale destacar  que Pernambuco é o único estado a garantir o pagamento do décimo terceiro. Programas de transferência de renda, são políticas públicas importantes para a redução da pobreza em nosso país, pois são estratégicos e asseguram a sobrevivência da população mais vulnerável.

 

“Quem é Aluísio Sampaio: Sertanejo Pernambucano, da Capital do Vaqueiro, Serrita, é Mestre em Dinâmicas de Desenvolvimento do Semiárido pela Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF). Especialista em Gestão Pública Municipal e Saúde, também pela UNIVASF. Possui extensão em Empreendedorismo pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), e Inovação e Difusão Tecnológica pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Graduado em Computação pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), e Administração, pela Universidade Norte do Paraná (UNOPAR). Técnico em Recursos Humanos pela Escola Técnica Estadual Professor Antônio Carlos Gomes da Costa (ETEPAC), e Logística, pela Escola Técnica Estadual Professor Agamemnon Magalhães (ETEPAM). Entusiasta do desenvolvimento econômico, social e ambiental. Instagram: @aluisio_sampaio