Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 08 de dezembro de 2021

Política

Derrubar Bolsonaro é a palavra de ordem da oposição Por Angelo Castelo Branco

Hoje, Angelo Castelo Branco faz uma leitura do atual cenário político brasileiro e diz que derrubar Bolsonaro é palavra de ordem da oposição.

Postado em 04/07/2021 2021 12:24 , Política. Atualizado em 04/07/2021 15:10

 

CPI do Senado quer criar clima para impeachment

A leitura do atual cenário político brasileiro permite concluir que o objetivo dos movimentos de oposição e na CPI, junto com as decisões do Supremo Tribunal Federal converge para a tese do impeachment do presidente da República, embora tal hipótese não pareça viável por várias razões. Os apoiadores de Bolsonaro desafiam o congresso nacional para que provem a existência de um ato concreto de corrupção que tenha sido praticado pelo chefe do poder executivo. Para eles, o que há são narrativas construídas contra Bolsonaro a partir de dados fictícios.

 

Presidente da Câmara Federal não aderiu à tese da oposição

O presidente da Câmara Federal, deputado Artur Lira, está no olho do furacão porque a constituição determina que ele é a única autoridade do congresso nacional com competência para colocar ou não em pauta uma das dezenas de pedidos de impeachment que foram protocolados até agora. A pressão sobre Lira é grande, porém ele já avisou que não dará sequência aos requerimentos para votar um impedimento do presidente da República.

 

Turma do “deixa disso” atua nos bastidores de Brasília

Os episódios dos ex-presidentes Fernando Collor e Dilma Rousseff mostraram que ninguém escapara de um impeachment quando um processo começa a tramitar na Câmara Federal. Artur Lira tem recebido apoio consistente de correntes cuja posição admite que um trauma em seu sistema político eleitoral é tudo o que o Brasil não precisa nessa hora em que a economia começa a reagir depois de mais de um ano sob os ataques da pandemia.

 

Quem é Angelo Castelo Branco : Jornalista e Escritor

Assessor de Comunicação do Ministério da Educação

Secretário de Impressa da Prefeitura do Recife

Gestor de Comunicação da Celpe depois da privatização pelo grupo Iberdrola.

Autor dos Livros: Provocações da Memória (2008) e Um Artífice do Entendimento biografia do Ex-vice presidente da República, Marco Maciel (2017) José Ramos e Roberto Magalhães.