Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 21 de setembro de 2021

Saúde

Teleatendimento para psicólogos facilita o caminho até os pacientes

 A psicóloga Zara Bruno, que atua no Vale do São Francisco, revela que a tecnologia tem ajudado a dar mais visibilidade ao seu trabalho e ampliou o horizonte além do Sertão

Postado em 11/08/2021 2021 06:00 , Saúde. Atualizado em 11/08/2021 12:03

Jornalista , Editor Antônio José em Saúde

Em tempos de pandemia, onde o distanciamento social é a palavra de ordem em todo o mundo, o teleatendimento virou realidade em todos os setores, inclusive na saúde. Os teleatendimentos psicológicos, por exemplo, são uma prática recente, mas que vêm recebendo crescente atenção, principalmente no atual cenário mundial. Sem deslocamentos e com distanciamento necessário, a tecnologia e a pandemia tornaram mais fácil o caminho até a ajuda psicológica por meio da internet. 

Do Vale do São Francisco para o mundo

No Vale do São Francisco, ou melhor, do Vale do São Francisco para o mundo da web, a psicóloga Zara Bruno se reinventou como profissional durante a crise causada pela Covid-19, viu o número de clientes crescer e ultrapassou as barreiras de Petrolina, PE, e Juazeiro, da Bahia. 

A psicóloga Zara Bruno se reinventou durante a pandemia e começou a atender pacientes via plataformas tecnológicas/arquivo pessoal

”O teleatendimento ampliou minhas possibilidades. Antes, por morar no interior da Bahia, eu não tinha muitas possibilidades de fazer cursos com psicólogos de ponta, com o pessoal do marketing digital de ponta. E o online me trouxe essa possibilidade. Trouxe todos os psicólogos, que são referência para mim, para perto de mim”, contou Zara.

O boom nas redes sociais

Além de continuar atendendo aqueles que já eram pacientes antes da pandemia, Zara Bruno foi mais além. Ela passou a explorar uma ferramenta tecnológica que virou indispensável quando as portas do consultório precisavam ser fechadas: as redes sociais. “Eu já trabalhava com as redes sociais, já tinha o Instagram profissional. Mas quando veio a pandemia, vi que precisava levar isso mais a sério. Eu vi a possibilidade de desmistificar a psicologia já que muitas pessoas ainda não sabem como é o trabalho do psicólogo. E também é uma forma das pessoas me conhecerem e conhecerem meu trabalho. O atendimento online me possibilita estar presente no mundo todo. Então, o céu é o limite”, comemora a psicóloga que já conta com quase quatro mil seguidores apenas no Instagram.



Mais pacientes exige também do profissional mais organização e mais dedicação. “Eu tive que cronometrar meu tempo, inclusive o meu tempo nas redes sociais, porque rede social é constância”, afirmou a psicóloga que garantiu que, mesmo de forma virtual, a qualidade do atendimento é a mesma. “A única diferença é que eu não ofereço água, nem café. O que acontece é que todas as ferramentas que eu já usava antes, todas as minhas técnicas eu continuo usando no atendimento online”. 

Cadastro de psicólogos para atendimento online

Para se consultar através do teleatendimento com um psicólogo, é preciso que o profissional tenha cadastro na Plataforma e-Psi dos conselhos federal e regionais de Psicologia. No site (e-psi.cfp.org.br) é possível fazer a busca através do nome do psicólogo. 

O profissional que deseja atender de forma remota, precisa preencher o formulário do Conselho Federal de Psicologia (CFP) criado para simplificar e agilizar o cadastramento. Segundo informações do e-Psi, somente durante a pandemia foram autorizados 39.510 novos cadastros que permitem ao profissional a prestação de atendimento online.