Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 08 de dezembro de 2021

Cidades

Videomonitoramento e reconhecimento facial combatem crimes no Sertão

Dentro do programa Cidades Inteligentes, a gestão do município de Petrolina está investindo na vigilância eletrônica e utilizando a tecnologia para identificar criminosos nas ruas da cidade

Postado em 15/08/2021 2021 11:24 , Cidades. Atualizado em 15/08/2021 11:27

Jornalista ,

Em Petrolina, maior cidade do Sertão, a tecnologia está trabalhando a favor da segurança pública. A gestão municipal instalou 32 câmeras de videomonitoramento e reconhecimento facial que estão funcionando em pontos estratégicos da cidade e auxiliam a segurança pública no controle do trânsito na área central, garantido mais tranquilidade para moradores e turistas. 


 A Central de Comando de Controle e Operações (CCO), que integra o projeto ‘Cidades Inteligentes’

 

Movimentação das ruas em tempo real

A Central de Comando de Controle e Operações (CCO), que integra o projeto ‘Cidades Inteligentes’, além de potencializar o trabalho de patrulhamento dos órgãos de segurança pública, proporciona respostas imediatas às ocorrências e também possibilita a identificação mais rápida das demandas de outras áreas, como trânsito, serviços e gestão estratégica. 

“As câmaras inteligentes mostram em tempo real toda a movimentação do Centro durante 24 horas, além de permitir o reconhecimento facial, ajudando a identificar criminosos procurados pela justiça. Se um foragido passar por uma delas, imediatamente, o sistema emite um alerta”, explicou o secretário executivo de Segurança Pública de Petrolina, Cícero Dirceu. 

Programa Cidades Inteligentes

Desde julho de 2020, a prefeitura da cidade sertaneja está implantando o projeto ‘Cidades Inteligentes’. O objetivo é dar um salto no crescimento tecnológico do município, fomentando o desenvolvimento e a economia. Conhecidas também como Smart Cities, as Cidades Inteligentes utilizam tecnologias de informação e comunicação para proporcionar mais segurança, estabilidade socioeconômica, sustentabilidade e redução de custo de vida. Assim, os recursos são usados para promover uma política pública que se baseia no desenvolvimento populacional, melhorando a qualidade de vida e os serviços oferecidos.

Foto de Jonas Santos

Para o secretário executivo de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Petrolina, Thiago Brito, a tecnologia que possui inteligência artificial, tem melhorado a mobilidade, serviços públicos e o social, como por exemplo tem auxiliado na localização de pessoas desaparecidas. “As tecnologias que foram implementadas no Laboratório Vivo de Cidades Inteligentes estão dando melhor qualidade de vida à população”, garantiu.

Mais câmeras e drones com infravermelhos

Ainda segundo Thiago Britto, além do videomonitoramento e do reconhecimento facial, o CCO ainda gere as ferramentas de Luminárias inteligentes e câmeras leitoras de placas de veículos. A próxima etapa é ampliar o número de câmeras, tanto de placas, criando um cinturão de segurança nas entradas da cidade, como as de videomonitoramento e reconhecimento facial. Assim como usar drones com sensores infravermelho para operações noturnas, acrescentou Britto.