Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 21 de setembro de 2021

Saúde

Salgueiro amplia serviço de terapia ocupacional e fonoaudiologia na rede municipal

Os pacientes com TEA, síndrome de Down, PC, TDAH, AVE e síndromes raras. Terapeuta ocupacional e fonoaudióloga da prefeitura falam da importância dos atendimentos para os pacientes.

Postado em 02/09/2021 2021 08:21 , Saúde. Atualizado em 02/09/2021 08:20

Jornalista , Editor Antônio José em Saúde

A rede municipal de Saúde de Salgueiro, no Sertão Central, ampliou os atendimentos de terapia ocupacional e fonoaudiologia. Segundo a prefeitura, o serviço possibilita o acesso a um tratamento de maior qualidade e eficácia à população.

Imagem Reprodução Net

Os atendimentos são direcionados e abrangem principalmente pacientes com Transtorno do Espectro Autista (TEA), síndrome de Down, Paralisia Cerebral (PC), Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH), Acidente Vascular Encefálico (AVE) e síndromes raras.

Nos casos que necessitam de terapia ocupacional, o profissional atua na promoção do desenvolvimento humano, conforme explica a terapeuta Camila Leonel. “Quando o indivíduo seja ele criança, adulto, idoso que, por alguma razão, não está conseguindo desempenhar os seus papeis ocupacionais, sociais, laborais, necessita do acompanhamento e da intervenção do terapeuta”, pontuou.



Já a fonoaudióloga especialista em audiologia, Camilla Neves, explica como o fonoaudiólogo atua nesses casos. “Fonoaudiólogo é muito mais do que tratar a gagueira ou desvio fonológico é a ciência que tem como objetivo de estudo sendo responsável pela promoção da saúde, avaliação, diagnósticos, habilitação, reabilitação e aperfeiçoamento dos aspectos fonoaudiólogos com verdadeiro entendimento da a biologia fomos crescendo profissionalmente principalmente quando conhecemos as suas áreas de atuação voz, linguagem oral e escrita, motricidade orofacial e audiologia”, detalhou.