Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 21 de setembro de 2021

Ciência e Tecnologia

Tecnologia a favor da saúde mental

Pesquisa da plataforma de bem-estar, a Gympass, uma das mais populares do mundo revelou que houve um crescimento exponencial do uso de aplicativos relacionados ao bem-estar mental e emocional, principalmente, nos primeiros meses deste ano, se comparados ao mesmo período de 2020

Postado em 11/09/2021 2021 07:37 , Ciência e Tecnologia. Atualizado em 10/09/2021 13:00

Cíngulo –  Terapia guiada para ansiedade, estresse, autoestima, ânimo, foco, entre outros benefícios. Reprodução net

 

Aplicativos de saúde mental cresceram em tempos de pandemia, segundo a Gympass

A aceleração da transformação digital com a pandemia da Covid19 pode ser vista como positiva quando o olhar passa a ser o benefício de novas formas de cuidar da saúde mental e do corpo durante esse período prolongado de isolamento social mundial. Quem revela é uma pesquisa realizada pelo Gympass, plataforma de bem-estar, conhecida como a “Netflix” das academias.

 

No levantamento, o uso médio de aplicativos  baixados de saúde mental e emocional no primeiro trimestre de 2021 cresceu 130% em relação à média de utilização do ano passado inteiro. Em outras palavras, as soluções digitais gratuitas ou pagas oferecidas em grande número nas plays stores dos smartphones são inúmeras e as pessoas, de fato, estão utilizando. Diz a pesquisa que de janeiro a abril deste ano, o uso foi 54% superior ao do último trimestre de 2020. 



As justificativas expostas nos resultados do estudo são direcionadas em especial aos efeitos causados pelo isolamento social e como ter uma mente equilibrada entre os dois lados importantes da vida:pessoal e profissional. Eis uma grande questão. O resultado não é surpresa para ninguém: aumento de estresse, ansiedade, depressão. 

Para completar o quadro desenhado pelo levantamento da Gympass, mesmo antes da pandemia, em 2019, segundo estudos da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil era considerado o país mais ansioso do mundo. Pelo menos 9,3% da população vivia com essa condição. No mesmo ano, dados da OMS  mostravam que 5,8% dos brasileiros sofrem de depressão, o que representa a maior taxa da América Latina e a segunda maior das Américas, atrás apenas dos Estados Unidos.

Diante do contexto, o Jornal do Sertão foi buscar alguns aplicativos que ajudam a minimizar os efeitos expostos nos estudos e numa pesquisa rápida constatou-se que apps de meditação, de autoajuda, são os mais baixados e possuem alta adesão em termos de retorno de positividade das pessoas durante o uso e outras não, como o disponibilizado pelo Ministério da Saúde, intitulado, Saúde Mental, que não funciona.

 

Aos que buscam uma ajuda seguem aqui alguns aplicativos disponíveis nos sistemas iOS ou Android:

ViBe Saúde – Esse funciona como um teleatendimento com interação on-line de profissionais, mas adiantamos que apenas três consultas são oferecidas gratuitamente.

 

Meditopia – Aplicativo para meditação guiada, relaxamento, indução de sono, com base na técnica de mindfulness, que busca treinar sua mente para manter a atenção plena nas ações do presente. Versões gratuita e premium.

Lonjong – Disponível em iOS e Android. Talvez, o mais completo em meditação guiada

Calm – Traz histórias para dormir, música para concentração, relaxar e dormir, além de exercícios de meditação e de respiração. Mas, como todos os aplicativos, as versões gratuitas oferecem poucas opções.

Histórias contadas,  meditação guiada, música que induz o sono são algumas das técnicas utilizadaspelos aplicativos

 

Por Luciana Leão

Editora Executiva do JS DIGITAL