Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 21 de setembro de 2021

Política

A democracia superou a guerra insana da esquerda com a direita. Por Angelo Castelo Branco

As ruas advertiram os políticos e a mídia

Postado em 12/09/2021 2021 11:26 , Política. Atualizado em 12/09/2021 11:26

Angelo Castelo Branco Jornalista e Escritor

 

A semana mais tensa do ano terminou com milhões de pessoas nas ruas do país sem qualquer incidente. O sentimento democrático da sociedade prevaleceu sobre os atuais desentendimentos e a desarrumação inaceitável nas relações institucionais entre os três poderes da República.

 

Surge um conciliador no cenário conturbado 

Coube ao ex presidente Michel Temer ocupar o espaço até então vazio de conciliador da nação. No melhor estilo de Marco Maciel ele pôs o presidente Bolsonaro e o ministro do STF Alexandre de Moraes numa mesma linha de telefone e inaugurou um entendimento que poderá cessar os confrontos perigosos entre o Palacio do Planalto e o STF. A queda de braço entre os dois chegou ao ponto de ensejar uma ruptura institucional desastrosa. 

 

A realidade das ruas exige autocríticas e correção de rumos

Ao contrário do que foi veiculado por TVs e jornais, as manifestações não podem ser consideradas antidemocráticas. Nada mais democrático do que se ir às ruas para defender ou protestar, independentemente da cor ideológica. A sociedade deu seu recado. O Brasil cansou de viver em permanente conflito de poderes. As narrativas ideológicas perderam para a capacidade de mobilização pelas redes sociais. O Brasil está mudando e quem não entrar no ritmo vai ficar atrás.