Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 21 de setembro de 2021

Saúde

Petrolina e Arcoverde reduzem faixa etária de vacinados para 15 anos

Na cidade do Sertão do Moxotó a vacinação começa nesta terça (14). Em Petrolina, O agendamento será aberto nesta segunda (13).

Postado em 13/09/2021 2021 11:11 , Saúde. Atualizado em 13/09/2021 11:11

Jornalista , Editor Antônio José em Saúde

 

Imagem Divulgação

As Secretarias de Saúde de Arcoverde e Petrolina anunciaram nesta segunda-feira (13) a redução da faixa etária na vacinação contra a Covid-19. Nesta semana, começam a ser imunizados todos os adolescentes a partir de 15 anos que não possuem comorbidades.

 

Em Petrolina, ainda não foi divulgado o dia da vacinação, mas o cadastro dos adolescentes na plataforma vacina.petrolina.pe.gov.br será aberto logo mais às 14h. Já em Arcoverde a vacinação começa nesta terça-feira (14). Os interessados só precisam ir até um dos pontos de vacinação, acompanhados por pais ou responsáveis.

As aplicações acontecem no horário das 8h às 16h, nos pontos da quadra do Sesc Arcoverde, na Aesa e na Praça da Bandeira. Para receber a imunização, é necessário levar RG, CPF, Cartão do SUS e comprovante de residência.

Vacinação de lactantes e de pessoas com viagem para o exterior marcada

Petrolina já iniciou a imunização das lactantes, de acordo com o Plano Nacional de Imunização. Para esse público foi reservado o polo do SESC, porém, é necessário agendamento. A lactante precisa levar uma declaração de um médico ou enfermeiro, informando a condição.

Pessoas com 15 anos e mais que irão viajar para o exterior para tratamento de saúde, transferência de emprego, pesquisador ou estudante em intercâmbio, com viagem agendada para o segundo semestre, também foram incluídas nos grupos prioritários e devem realizar o agendamento na plataforma.

Para receber a vacina, além do agendamento, as pessoas precisam portar documento oficial com foto, CPF ou cartão do SUS e comprovante de residência. No caso dos profissionais, é necessário apresentar ainda o contracheque ou declaração que comprove o vínculo empregatício. Já as pessoas com comorbidades, devem levar o laudo que comprove a doença.