Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 21 de outubro de 2021

Ciência e Tecnologia

App de mapeamento ambiental auxilia no turismo de Bodocó

Através do Ecomapss, aplicativo de mapeamento ambiental para smartphone, estas informações estão agora na palma da mão

Postado em 06/10/2021 2021 22:20 , Ciência e Tecnologia, Viagens e Turismo. Atualizado em 06/10/2021 22:34

 

App auxilia no Turismo de Bodocó. (foto: Geovany Brasil)

Os turistas e estudantes que visitarem a Pedra do Claranã, que é principal ponto turístico de Bodocó, agora podem contar com novo recurso para acessar de forma fácil e lúdica as informações e curiosidades sobre a flora e fauna, os pontos históricos e as lendas do local. Através do Ecomapss, aplicativo de mapeamento ambiental para smartphone, estas informações estão agora na palma da mão.

A implantação das placas de identificação e a inauguração do projeto Ecomapss foi no sábado (02) e contou com a presença do prefeito Otávio Pedrosa, dos coordenadores do projeto, os professores Brisa Cabral, Gauberto Barros e João Alberto Abreu, além de ambientalistas, moradores do local e secretários de governo. Desenvolvido por professores e estudantes do Instituto Federal do Ceará (IFCE), campus Crato, o projeto conta com a parceria da família proprietária do Sítio Pé da Pedra, onde fica a Pedra do Claranã, e da Prefeitura de Bodocó, através das secretarias de Educação; de Cultura, Esportes, Juventude e Turismo; e de Agricultura, Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico.

Diversos pontos da Pedra do Claranã foram mapeados e identificados. (foto: Geovany Brasil)

Para o prefeito Otávio Pedrosa, a implantação do projeto em um ponto turístico de Bodocó é motivo de orgulho para cidade. “Ficamos felizes por receber essa ferramenta e acredito que ela vai despertar maior interesse dos visitantes em conhecer de forma mais profunda sobre as riquezas da natureza do local”, destacou.

Diversos pontos da Pedra do Claranã foram mapeados e identificados, contribuindo para melhor disseminação sobre a biodiversidade, os aspectos culturais e as curiosidades da localidade, atuando com fonte de pesquisa para as aulas de campos e enriquecendo os passeios.