Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 24 de abril de 2024

Economia

A volta da preocupação com a pandemia no Vale do São Francisco

Passados 30 dias da publicação do artigo intitulado “a grande melhoria nos indicadores da pandemia no sertão”, retorno para trazer a notícia de que a situação voltou a preocupar a todos, infelizmente

Postado em 09/11/2021 2021 09:24 , Economia. Atualizado em 09/11/2021 10:48

Jornalista ,

Economista João Ricardo de Lima Prof. da Facape de Petrolina, escreve quinzenalmente sobre Economia & Negócios para o JS.

Passados 30 dias da publicação do artigo intitulado “a grande melhoria nos indicadores da pandemia no sertão”, retorno para trazer a notícia de que a situação voltou a preocupar a todos, infelizmente. De acordo com o último Boletim produzido pelo Colegiado de Economia da FACAPE, que monitora o avanço da pandemia nas cidades de Petrolina/PE e Juazeiro/BA, os dados até o dia 26/10/2021 indicam 51.427 casos confirmados e 949 óbitos no somatório de Juazeiro/BA e Petrolina/PE. A taxa de mortalidade na cidade baiana (2,0%) supera a pernambucana (1,7%), sendo que as taxas nas duas cidades reduziram. No dia 26/10 foram registrados 178 novos casos, sendo 145 em Petrolina/PE e 33 em Juazeiro/BA, mas não ocorreu novo óbito. O total de casos ativos é de 130 em Juazeiro/BA e 589 em Petrolina/PE, ou seja, cidade pernambucana voltou a ter muito mais casos ativos do que a baiana.

Em Juazeiro/BA, a linha da média móvel mostra aumento no número de novos casos. A última média móvel (26/10) foram 16 novos casos, enquanto 7 dias atrás foram 7 (+128,6%). Em Petrolina/PE, os dados também indicam aumento (+100%), a última média móvel são 78 novos casos, enquanto 7 dias atrás o valor eram 39 novos casos. Na semana passada, Juazeiro/BA teve 94 novos casos (aumento de 169% em relação a semana anterior) e, em Petrolina/PE, foram 424 (aumento de 293% em relação a semana anterior).

No dia 26/10, a cidade de Petrolina/PE informou que a taxa de ocupação de leitos de UTI atingiu 85,71%, dos 7 leitos disponíveis, 6 estavam ocupados. Em Juazeiro/BA, a secretaria de saúde informa que o total de leitos de UTI ocupados na cidade está em 75%, em 26/10. As duas cidades apresentam no momento uma situação de alerta em relação a disponibilidade de leitos ocasionado pelo fechamento dos leitos de UTI-Covid. Petrolina/PE até, aproximadamente, final do mês de agosto, tinha 82 leitos de UTI-Covid públicos, agora só tem 7 leitos, ou seja, menos de 10% do que tinha. Felizmente a quantidade de pessoas internadas é baixa e a quantidade de óbitos caiu muito em relação ao que se observou no início do ano. Juazeiro/BA está prestes a completar 30 dias sem novos óbitos por COVID-19.

A população está sendo imunizada, a idade mínima caiu bastante. Contudo, a velocidade ainda é lenta demais. As duas cidades ainda não superaram a marca de 45% da população total imunizada com a segunda dose (ou dose única), estando abaixo da média nacional, que superou os 52%.
Os cuidados precisam continuar redobrados e todas as medidas de prevenção devem ser mantidas, como o uso de máscara, álcool gel e distanciamento pois a letalidade desta nova variante do vírus (Delta) é muito maior, podendo aumentar a demanda por leitos de UTI e a taxa de mortalidade.

João Ricardo F. de Lima