Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 13 de abril de 2024

Economia

Preço da cesta básica no Vale do São Francisco segue em alta

Fatores climáticos influenciaram o aumento de preços do café e do tomate em Petrolina-PE e Juazeiro-BA

Postado em 09/11/2021 2021 17:39 , Economia. Atualizado em 09/11/2021 17:50

Colunista
Jornalista ,

Em Juazeiro a cesta custa R$ 444,02 e em Petrolina, R$ 472,60. (foto: reprodução internet)

Durante o mês de outubro, a pesquisa mensal do custo da cesta básica, realizada pela Faculdade de Petrolina (Facape), indicou aumento de 5,41% no custo da cesta em Juazeiro e de 1,68% em Petrolina. Os resultados mostram que na cidade baiana, a cesta custa R$ 444,02 e em Petrolina, R$ 472,60.

Considerando os últimos 12 meses, em Juazeiro os alimentos acumulam alta de 15,94%, e em Petrolina, o acumulado é de 14,92%. Nas duas cidades, nos últimos 12 meses os vilões de aumento foram: carne, arroz, farinha, banana, óleo de soja, feijão, leite e açúcar.

Café é vilão

A pesquisa constatou que o café acumula a maior alta entre todos os produtos. “Isso se deu devido à baixa oferta do produto por causa da geada que ocorreu no final de julho, somado com a crise hídrica que causou problemas na oferta nacional e como os preços internacionais estão elevados, os preços acabaram subindo bastante,” explicou o coordenador da Pesquisa, João Ricardo Lima.

E o tomate?

Outro produto que se destaca por seu aumento é o tomate. Resultado da mudança de tempo desfavorável que forçou a maturação mais rápida, fez cair a oferta e, consequentemente, o aumento dos preços.