Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 08 de agosto de 2022

Educação

IFSertãoPE ofertará cursos EAD para mais três cidades do Sertão

Cabrobó, Lagoa Grande e Afrânio serão beneficiadas pela iniciativa do instituto federal

Postado em 16/12/2021 2021 07:53 , Educação. Atualizado em 16/12/2021 07:54

Colunista
Jornalista ,

Nesta semana, a reitoria do Instituto Federal do Sertão Pernambucano, marcou a assinatura dos Termos de Convênio de Cooperação entre o IFSertãoPE e os municípios de Cabrobó, Lagoa Grande e Afrânio, para a oferta de cursos de Educação a Distância (EaD) em todos os níveis de ensino. A cerimônia reuniu gestores das cidades beneficiados.

De acordo com o chefe do Departamento de EaD do IFSertãoPE, Eudis Teixeira, a abertura de novos polos nos municípios de Cabrobó, Lagoa Grande e Afrânio é um importante passo na institucionalização da EAD. “A gente espera que a abertura desses cursos possibilite a cada uma das pessoas contempladas o ingresso no mundo de trabalho e a contribuição em uma formação mais humana, social e cultural”, afirmou ele.

Depois de assinar o Termo de Convênio de Cooperação, o secretário municipal de Educação de Afrânio, Ricardo de Araújo, ressaltou que a parceria com o IFSertãoPE pode ser uma maneira de “implementar políticas educacionais que valorizem os conhecimentos locais”. Percepção semelhante tem o prefeito de Lagoa Grande, Vilmar Cappellaro, para quem a abertura de oportunidades no município pode construir “grandes obras através da educação”.

Já o secretário de Educação de Cabrobó, Pedro Rocha, relembrou que, quando os gestores do município receberam a visita da equipe de EaD do Instituto Federal, foi fomentada a expectativa de novas oportunidades. “E hoje é a concretização de todo o planejamento que realizamos. Essa parceria é importantíssima e nós, cabroboenses, temos interesse no futuro em ter um campus do IFSertãoPE”, destacou ele.

A reitora do IFSertãoPE, Leopoldina Veras, salientou o avanço que a parceria com os municípios pode trazer para a educação. “O meu sentimento enquanto gestora e representante da instituição é que demos mais um passo no degrau da educação no sertão pernambucano. O nosso foco é sair dos muros institucionais e chegar lá, onde está a necessidade, fazer a diferença e transformar vidas”. A perspectiva é que os novos polos já ofertem, no ano que vem, cursos de autoformação e nas modalidades Formação Inicial Continuada (FIC), graduação e pós-graduação.