Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 24 de abril de 2024

Agronegócios

Especialista dá dicas de como obter sucesso na pecuária bovina

O criador da raça Nelore deve conhecer outras experiências na região e escolher o melhor regime: pasto ou misto

Postado em 21/12/2021 2021 18:00 , Agronegócios. Atualizado em 21/12/2021 11:24

Jornalista ,

O sucesso da pecuária bovina tanto de corte quanto de leite na região semiárida é fruto de um intenso processo de manejo nutricional e melhoramento genético adotado para adaptação dos animais às tempestividades climáticas da região Nordeste.

Sobre os desafios da criação de Nelore no Semiárido, o Caderno Nelore conversou com o médico veterinário e pecuarista Francisco Xavier de Moraes Filho, criador de gado Nelore de corte e leite e de equinos da raça Mangalarga Marchador no estado de Pernambuco.

Segundo ele, para obter êxito na criação e seleção do Nelore na região é preciso conhecer in loco experiências semelhantes e avaliar qual o regime de criação mais satisfatório, considerando as especificidades de cada regime e as características da raça.

“Para iniciar como criador na região é preciso visitar outros criadores em regiões semelhantes a que você vai atuar e decidir se vai criar os animais em regime de pasto ou misto, que é no pasto e no estábulo”, pontuou o pecuarista. Apesar de os custos serem menores no regime de pasto, o desenvolvimento dos animais é lento. Já no regime misto, os animais ficam mais dóceis, facilitando o manejo e apresentação, em feiras, exposições ou leilões. “Lembrando que no período seco é sempre necessário um complemento alimentar de forragens, capim, silagem ou feno”, orienta Francisco Xavier, que também é médico veterinário.

Pedigree e nutrição

Outros fatores importantes na criação são a qualidade dos animais adquiridos e a nutrição oferecida. “A escolha dos animais para aquisição deve ser realizada com orientação de um técnico de conhecimento da raça, devendo considerar a avaliação externa do animal, sua origem e seu pedigree, bem como a escolha do reprodutor, seja na monta ou na inseminação artificial“, alertou.

Quanto à alimentação, Francisco Xavier orienta para que os animais tenham uma atenção especial em relação à nutrição e sanidade, mantendo os pastos em boas condições que possam oferecer aos animais alimentos de qualidade, além de oferecer constantemente sal mineral apropriado.

Manejo

Em relação ao manejo, o criador deve priorizar a identificação dos animais, mesmo aqueles sem registro, além de separá-los em lotes e por categorias, a exemplo das novilhas, vacas solteiras e vacas com crias.

“Deve fazer o controle reprodutivo através de diagnóstico de prenhez, o controle das doenças e parasitas através da vacinação e administração de vermífugos internos e externos, ter assistência veterinária especializada com visitas periódicas e, principalmente, priorizar colaboradores capacitados para o manejo e que gostem do trabalho agropecuário”.

Vantagens

Além da rusticidade característica da raça, o Nelore apresenta metabolismo baixo, bom ganho de peso, comportamento ativo, precocidade sexual, vida reprodutiva longa, habilidade materna, resistência a parasitas e temperamento dócil, vantagens para a adaptabilidade a qualquer tipo climático.
“A grande vantagem da raça Nelore é a adaptação à nossa região em qualquer regime de criação”, afirma Francisco Xavier.