Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 02 de agosto de 2022

Agronegócios

Período chuvoso pode perdurar até o mês de abril no Vale do São Francisco

O fenômeno climático La Niña é o responsável por provocar chuvas na região.

Postado em 04/01/2022 2022 12:00 , Agronegócios. Atualizado em 04/01/2022 10:22

Colunista
Jornalista ,

Segundo o professor da Universidade Federal do Vale do São Francisco e doutor em meteorologia, Mário Miranda, o fenômeno climático La Niña pode provocar chuvas no Vale do São Francisco até o mês de abril. Em entrevista a uma rádio de Petrolina, Mário Miranda explicou que esse fenômeno favorece às chuvas na região, principalmente, quando as águas do Oceano Atlântico, abaixo do Equador, estão mais quentes do que as águas ao norte do Equador.

“Essa situação forma uma faixa de nuvens chamada de Zona de Convergência do Atlântico Sul. É uma faixa de nuvens que vai desde a Floresta Amazônica, desce e entra no mar. É a junção dessa umidade, das frentes frias que sofrem e também de uma situação que está favorável este ano, que é a posição do centro de pressão, que chamamos de Alta da Bolívia. Então esses ventos gerados pelo centro de alta pressão, passa em cima do oceano e joga mais umidade ainda no continente”, explicou o meteorologista.

Chuva x fruticultura

Por isso, neste ano o Vale do São Francisco pode seguir com a estação chuvosa até abril. “Esse primeiro semestre é uma situação que, dentro das previsões, vai continuar tendo ocorrência de chuvas e, consequentemente, pode causar esse dano à cultura da uva”, destacou o professor.

Se as previsões se confirmarem, os fruticultores da região têm motivo suficiente para se preocuparem. Só no mês de dezembro de 2021, as chuvas superaram a média esperada. Em algumas localidades cas precipitações foram de 300 mm e causaram prejuízos da ordem de R$ 45 milhões aos produtores de uva e manga com a perda de mais de 15 mil toneladas das frutas.