Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 10 de abril de 2024

Cidades

Elevação do nível do São Francisco aumenta risco de afogamento; Veja as orientações

Orientações simples podem prevenir afogamento de banhistas.

Postado em 11/02/2022 2022 10:30 , Cidades, Política. Atualizado em 11/02/2022 10:20

Colunista
Jornalista ,

Orientações simples podem prevenir afogamento de banhistas. (foto: Deivid Menezes)

O aumento de ocorrência de chuvas, tanto na nascente do São Francisco quanto ao longo da região banhada pelo rio, causou a elevação no nível das águas. Essa alteração está fazendo crescer o risco de afogamento de banhistas.

Para se ter uma ideia do risco, de dois a cinco minutos de submersão há um elevado risco de morte e sequelas neurológicas irreversíveis. Por isso, em Petrolina e Juazeiro, o Grupamento de Bombeiros e a Defesa Civil estão reforçando o alerta sobre os cuidados para evitar esses incidentes.

“Tinha muitos anos que não víamos o rio tão cheio, por isso a população precisa redobrar atenção. Se estiver em perigo mantenha calma, flutue e acene por socorro, não nade contra correnteza. É muito importante também não querer entrar na água para salvar quem está em perigo, porque a falta de treinamento pode fazer com que a pessoa se torne facilmente uma vítima”, alertou o secretário executivo de Defesa Civil, José Welton de Aquino.

Quais são os cuidados?

Algumas ações podem proporcionar mais segurança na água. Entre as recomendações estão, por exemplo, não superestimar a habilidade de natação, evitar ingerir bebida alcoólica, não mergulhar de cabeça e supervisionar as crianças constantemente.

Também é necessário respeitar a sinalização e tomar cuidado com dispositivos infláveis que podem levar para o fundo, como os colchões de ar. Os profissionais ainda recomendam evitar saltar de lugares com altura elevada e ter cuidado com locais escorregadios.

Em caso de afogamentos….

Mesmo seguindo todas as orientações, acidentes podem acontecer. Ao menor sinal de perigo, é fundamental pedir socorro pelo 193, e seguir as instruções do atendente. “O mais importante é manter a calma e agir sem demora, cada segundo é crucial para o salvamento”, finalizou José Welton.