Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 13 de abril de 2024

Economia

NBR montadora anuncia construção de indústria de veículos modulares, em Araripina

As obras estão previstas para iniciar ainda neste semestre, com previsão numa primeira etapa, em 2023.

Seus modelos iniciais foram planejados para atender tanto o turismo, como também ao polo gesseiro da região, maior produtor de gipsita do Brasil

Postado em 25/03/2022 2022 11:00 , Economia. Atualizado em 25/03/2022 13:02

Jornalista ,

O Grupo Novo Brasil (NBR), uma montadora de automóveis brasileira, anunciou nesta quinta-feira (24) investimentos de R$ 260 milhões na construção de uma montadora de automóveis no Sertão do Araripe, na cidade de Araripina, que vai contemplar carros modulares compactos para uso urbano e lazer. As obras estão previstas para iniciar ainda neste semestre, com previsão numa primeira etapa, em 2023.

Seus modelos iniciais foram planejados para atender tanto o turismo, como também ao polo gesseiro da região, maior produtor de gipsita do Brasil. O Grupo NBR quer resgatar um ícone do setor automobilístico e honrar a história do buggy. Produção começa com modelo flex e poderá ser coberto, com espaço para cinco pessoas e porta-malas, em fibra de vidro.

Estrutura e Inovação

Numa área de 29 hectares (290 mil metros quadrados), sendo 30 mil m² de área construída, a montadora prevê a geração de 240 empregos diretos na fase de construção e 450 empregos diretos e mais de três mil indiretos na fase de operação.

A planta industrial, segundo revelou o diretor presidente do grupo Evandro Lira, terá uma preocupação com a sustentabilidade ao instalar uma Usina solar fotovoltaica com 2 gigawatts de potência, além de uma Estação de Tratamento de Água e Esgoto.

“Nossa montadora ocupa uma lacuna em que não há concorrentes em nenhum país do mundo. Grandes marcas apresentaram protótipos de buggies que ainda não chegaram ao mercado. Nosso objetivo é contribuir para o desenvolvimento sustentável do nosso estado, levando outras oportunidades à região conhecida por ser o polo gesseiro pernambucano”, comentou o diretor-presidente do Grupo NBR, Evandro Lira.

Produção e design

Na nova fábrica serão montados, inicialmente, dois modelos bases em uma única plataforma. O primeiro carro será um compacto fechado para até cinco pessoas e porta-malas, que pode ser convertido em um buggy aberto para atingir esse nicho de mercado, revelou Lira.

Um dos modelos a serem produzidos pela montadora /divulgação

A capacidade instalada da fábrica é de 1600 carros por mês. A produção será iniciada com 1200 unidades e, em três anos, a capacidade instalada pode ser dobrada. No primeiro momento, o motor será à combustão Flex, disponível para os combustíveis gasolina e álcool, além de contar com a possibilidade de conversão a gás natural veicular (GNV) de fábrica.

O design terá formas contemporâneas e toques retrô, pontos chapados e arredondados, todo facetado, seguindo a tendência asiática de design. Entre os principais componentes da parte mecânica estão motores dianteiros 1.0, 1.0 turbo, 1.3 e 1.5, com tração 4×2 e 4×4, on e off road, quatro pneus do mesmo tamanho, sistema de suspensão independente nas quatro rodas, direção hidráulica e sistema de iluminação em LED.