Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 26 de fevereiro de 2024

Educação

Oportunidade: Prefeitura de Petrolina segue com matrículas abertas para Educação de Jovens e Adultos

São ofertadas mais de 500 vagas para essa modalidade. Pessoas com idade mínima de 15 anos podem se inscrever para dar continuidade aos estudos

Postado em 01/03/2023 2023 08:24 , Educação. Atualizado em 01/03/2023 08:24

Jornalista ,

 


Jovens, adultos ou idosos que desejam iniciar, retomar ou concluir o Ensino Fundamental podem realizar a matrícula em uma das 16 escolas municipais que atendem esse público. Os interessados em aprender a ler e escrever ou completar o processo de escolarização, devem ir até as unidades mais próximas da sua residência para efetuar a matrícula para a Educação de Jovens e Adultos(EJA). É necessário levar os documentos pessoais até o dia 17 de março.

 

A política de alfabetização dos cidadãos que ingressam na EJA é de acelerar os três anos iniciais do Ensino Fundamental em um período de 200 dias letivos, com três horas de estudo cada. Ao final do ano será totalizada a carga horária de 600 horas, obtendo-se um percentual significativo de aprovação com qualidade e competência. Os alunos cumprem o processo normal de aprendizagem e participam de dinâmicas e atividades de enriquecimento curricular. As aulas são ministradas em período noturno e o processo de aprendizagem é individual e flexível para estimular, de forma personalizada, o estudo. 

 

O secretário Executivo de Ensino, Alan Costa, destaca que a oferta de Educação de Jovens e Adultos cria oportunidade para que as pessoas que não puderam ir à escola na idade habitual, possam retornar aos estudos, alcançando mais autonomia e crescimento profissional. 

 

“Hoje a crescente cobrança por conhecimento tem dificultado muitos jovens e adultos a ingressarem no mundo do trabalho por falta de escolarização. Fatores assim os levam, sem a opção de escolha, para a informalidade e para as dificuldades impostas pela exclusão, gerada pela baixa renda e as incertezas financeiras. O caminho educacional, a escolarização, é sinônimo de conhecimento, o passo necessário para a liberdade do ser humano em qualquer idade e tempo. O diferencial da educação é que nunca será tarde para começar ou recomeçar”, explana Alan.

 

Fonte: Ascom