Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 27 de fevereiro de 2024

Saúde

Controle e proteção contra pulgas e carrapatos

O Controle e proteção contra pulgas e carrapatos é um assunto importante pois esses ectoparasitos que se alimentam de sangue, podem transmitir doenças quando picam o hospedeiro, fazendo com que este desenvolva sinais clínicos brandos, como alergias ou severos, como alguma doença que altere o sangue.

Postado em 05/03/2023 2023 11:09 , Saúde. Atualizado em 05/03/2023 17:53

Colunista

 

 

Na coluna passada falamos sobre vermífugos que protegem contra endoparasitos,  um tipo de parasita que se aloja dentro do hospedeiro, dentro de cães e gatos. Assim, quando mencionamos pulgas e carrapatos estamos nos referindo a ectoparasitas, parasitas externos que encontrados na superfície do corpo do animal.

Se seu pet já contraiu algum desses, bate um certo desespero e medo de que nosso filho de quatro patas possa ficar doente devido a uma picada de um desses ectoparasitos. Então, o que pode-se fazer para ajudar nossos animais contra esses tipos de parasitas?  O primeiro passo é entender que existem alguns tipos de proteção mas que vai variar de um pet para outro, existem remédios que são por via oral ou por via tópica, como comprimidos mastigáveis e pipetas respectivamente.

O Controle e proteção contra pulgas e carrapatos é um assunto importante pois esses ectoparasitos que se alimentam de sangue, podem transmitir doenças quando picam o hospedeiro, fazendo com que este desenvolva sinais clínicos brandos, como alergias ou severos, como alguma doença que altere o sangue.

Estudos mostram que 5% desses parasitos são encontrados nos cães, enquanto que os outros 95% estão no ambiente. Sabendo dessa informação, é importante que, em casos de infestação, deve-se tratar o animal com medicação apropriada e o ambiente em que ele vive, de maneira segura para não haver intoxicação.

Existe uma certa complexidade acerca desse assunto, pois para realizar o tratamento precisa-se entender o ciclo de vida desses ectoparasitos, e daí vem a necessidade da orientação  do profissional Médico Veterinário capacitado para que o seu pet esteja o mais seguro possível.

 

 

  1. Esp. MSc. MARCELA OLIVEIRA SAMPAIO

CRMV PE – 4314

GRADUAÇÃO – UFRPE

MESTRADO – UFRPE

PÓS GRADUAÇÃO EM CLÍNICA MÉDICA E CIRURGIA DE CÃES E GATOS – EQUALIS

PÓS GRADUAÇÃO EM CLÍNICA MÉDICA E CIRÚRGICA DE FELINOS – QUALITTAS