Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 25 de fevereiro de 2024

Cidades

Tragédia de Blumenau: Crianças são enterradas na manhã desta quinta-feira (6)

Quatro crianças morreram durante o ataque, que aconteceu na manhã de quarta-feira (5). O criminoso que invadiu a escola se entregou à polícia.

Postado em 06/04/2023 2023 15:21 , Cidades. Atualizado em 06/04/2023 15:30

Jornalista ,

 

 

Quarta-feira (05) aconteceu mais uma tragédia envolvendo escolas! Desta vez em Blumenau que é um município do estado de Santa Catarina, Região Sul do Brasil e é a cidade-sede da Região Metropolitana do Vale do Itajaí. 

Após ataques criminosos na Creche Cantinho Bom Pastor, que fica na rua dos Caçadores, no bairro Velha, em uma unidade de ensino particular. Ao todo quatro crianças com idade de quatro a sete anos foram mortas. As vítimas desse terrível ataque foram feridas com golpes de machadinha por um homem que após o crime se entregou. 

Das quatro vítimas estão, três meninos e uma menina identificados por Bernado Cunha Machado (5 anos), Bernardo Pabest da Cunha (4 anos), Larissa Maia Toldo (7 anos) e Enzo Marchesin Barbosa (4 anos) que tiveram suas vidas interrompidas pela crueldade de um assassino .Segundo o prefeito da cidade, Mário Hildebrandt em coletiva de imprensa afirmou que as vítimas eram filhos únicos.

 

Prof. Estevão Machado Athaydes
@estevaomachado8765
Inspetor de polícia civil do Rio Grande do Sul, bacharel em Direito e licenciado em Letras pela Universidade Luterana do Brasil, licenciado em Filosofia pelo Centro Universitário Ítalo Brasileiro, pós-graduando em Direitos Humanos nas Relações Étnico-raciais, Gênero e Diversidade pela Universidade Luterana do Brasil; pós-graduando em Docência do Ensino Superior pela Universila; mestre em Educação pela Universidad de Jaén, Espanha.

De acordo com o Inspetor da polícia civil do Rio Grande do Sul, Estevão Machado “O fenômeno da violência gratuita de modo geral na contemporaneidade está ligado principalmente a dois fatores, o objetificação do ser humano, termo empregado por Jean Baudrillard no início dos anos 70, ou seja, influenciado pela ótica capitalista, em que a sociedade busca e é estimulada a consumir bens e produtos,  e assim, também explorando qualquer tipo de desejo humano de forma econômica, acaba por tomar o próprio indivíduo humano como um objeto de consumo, perdendo-se a visão do outro com um indivíduo portador de subjetividade e humanidade. Sobre a violência nas escolas, o discurso de ódio cresceu no Brasil nos últimos anos,  juntamente com a intolerância. A escola é o palco para tais debates, e tem que ser mesmo, é o lugar que se forma indivíduos críticos e humanos, não apenas um estabelecimento onde se aprende conteúdo didático. Ocorre que a intolerância quanto ao diferente, ou quanto ao que ele representa, no caso a escola, desperta ódio no grupo extremista  que surgiu no país. Pessoas para as quais o diálogo não é o caminho, onde a violência é a única linguagem.”

Os corpos das crianças vítimas do ataque  foram liberados pelo Instituto Médico Legal (IML) ainda na quarta-feira, após os exames necessários para a investigação do crime, após o ocorrido Pais de alunos e moradores de Blumenau levaram velas e incensos para frente da creche, onde também a  comunidade se fez presente para poder fazer uma vigília em frente ao portão da escola na noite de quarta.

aléria Freitas CRP11/08437 Psicologa e Pedagoga , Especialista em Psicopedagogia e Gerontologia. Sócia da Viver Melhor Clínica Multidisciplinar

Segundo a Psicóloga e Pedagoga, Valéria Freitas “Pessoas não praticam atrocidades simplesmente do nada, indícios sempre existem, mas muitas vezes são ignorados. Às vezes as pessoas que estão ao redor acham estranho alguns comportamentos, não concordam com os outros, mas preferem pensar que fulano é “só estranho” e assim esses planos mirabolantes podem ir se formando. Não estou dizendo com isso que quem não percebe um possível agressor é responsável pelos comportamentos dele, mas que precisamos todos, ficarmos mais atentos uns aos outros pq, as vezes, até mesmo pessoas com comportamentos agressivos precisam de atenção para que possam tratar suas mentes doentes e evitar que coisas terríveis, como esse atentado, aconteça.”

É importante prestar atenção ao comportamento de terroristas, pois isso pode ajudar a identificar possíveis ameaças antes que elas se concretizem, alguns sinais de alerta que devem ser observados descritos pela psicóloga Valéria Freitas incluem: 

✓Isolamento social

✓Indiferença e falta de empatia

✓Opiniões rígidas e inflexíveis 

✓Falta de objetivos de vida saudáveis 

✓Senso de humor ácido, preconceituoso e intransigente 

 

Foto reprodução