Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 26 de fevereiro de 2024

Saúde

OBESIDADE EM CÃES E GATOS

É importante manter uma boa atividade física diária de acordo com a capacidade do animal, deve-se anotar o peso deles mensalmente. 

Postado em 14/05/2023 2023 11:12 , Saúde. Atualizado em 13/05/2023 21:51

Colunista

Assim como nós seres humanos precisamos ficar atentos ao tipo de alimento que comemos, a possíveis doenças genéticas e as que podemos desenvolver, nossos filhos de quatro patas também podem ser acometidos por patologias, por se alimentarem sem uma dieta balanceada podendo levá-los a obesidade.

Nos últimos anos houve um aumento significativo na casuística de endocrinopatias e doenças metabólicas na veterinária. A Associação Brasileira de Endocrinologia Veterinária, tem observado nos atendimentos, que muitos desses animais obesos, são relacionados a doenças da tireóide e das adrenais, além de diabetes e dislipidemias.

Mas como você pode ajudar seu pet?

É importante manter uma boa atividade física diária de acordo com a capacidade do animal, deve-se anotar o peso deles mensalmente. 

Isso pode ser feito em balanças de Hospitais ou clínicas Veterinárias, existem balanças que conseguem ter um boa precisão em pacientes menores. Dependendo do porte do seu pet, colocá-lo nos braços e se pesar, de maneira segura, subindo na balança juntos e após isso subtrair o seu peso, restando assim o peso do animal. Lembrando que alguns pets são grandes e isso não vai ser possível, assim como tem alguns que são muito pequenos e não vai ser possível ter a certeza do peso nesse tipo de balança.

Divulgação

De qualquer maneira é importante acompanhar o peso do pet, assim como é importante ter uma dieta equilibrada, fazer exames de rotina que podem já mostrar alguma alteração e a partir disso ir buscar mais a fundo com exames específicos se alguma endocrinopatia está presente. Lembre-se que, se você oferece ração como alimento do seu pet e quer adicionar frutas, verduras e petiscos,  nesse caso você precisa buscar ajuda de um profissional da área, pois a adição de mais comida na dieta muito provavelmente levará a um aumento do peso.

Por mais que aqueles lindos olhinhos, aquelas carinhas fofas e todo um charme que só os animais tem quando pedem comida, sejam difíceis de resistir, pense bem e não dê sua comida ao pet. Por exemplo: bolacha, biscoito, pão, arroz, carne, pizza, massas… tudo isso pode levar a doenças que vão fazê-lo sofrer, cujo tratamento em grande parte dessas doenças não são simples, são difíceis de reverter e tem animais que dão muito trabalho para medicar. Assim, fique atento e ajude ao máximo seu pet a continuar saudável.

 

  1. Esp. MSc. MARCELA OLIVEIRA SAMPAIO

CRMV PE – 4314

GRADUAÇÃO – UFRPE

MESTRADO – UFRPE