Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 29 de fevereiro de 2024

Economia

Petrolina: Cesta Básica apresentou inflação no mês de maio a maior alta ocorreu com o tomate

O leite tem uma nova alta (segundo mês consecutivo), dado que se está em um período de entressafra nacional, e isto leva a menor oferta e preços mais altos.

Postado em 13/06/2023 2023 10:05 , Economia. Atualizado em 13/06/2023 10:19

Reprodução

 

Observando os últimos 12 meses, em Juazeiro/BA os alimentos acumulam alta de 4,82%. Em Petrolina/PE, o acumulado é de 7,79%, ou seja, os aumentos estão maiores na cidade pernambucana.

A pesquisa do custo da Cesta Básica do Colegiado de Economia da FACAPE estimou o custo no mês de Maio de 2023 em R$ 518,25 para Juazeiro/BA e, em Petrolina/PE, R$ 552,71.

A comparação do mês de maio de 2023 com o mês de abril de 2023 apresentou deflação de – e inflação de 1,43%, em Petrolina/PE.  3,37% em Juazeiro/BA Considerando as informações das duas cidades agregadas, a deflação no período foi de -0,95%.

A maior alta ocorreu com o tomate, devido a redução da oferta pelo fim da safra de verão. A menor oferta faz os preços do varejo aumentarem. O açúcar também teve uma menor oferta de cana, por questões climáticas, um excesso de chuvas que dificultou o transporte da cana para as usinas e o próprio custo da matéria prima, que está mais alto. O leite tem uma nova alta (segundo mês consecutivo), dado que se está em um período de entressafra nacional, e isto leva a menor oferta e preços mais altos. É um item com aumento considerável (17,57%) nos últimos meses. Por outro lado, o óleo de soja permanece em queda (-9,97% no ano), em função da redução dos preços no mercado interno e externo da soja.

 

Fonte Colegiado de Economia da FACAPE.
João Ricardo F. de Lima
Coordenador da Pesquisa do ICB.