Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 29 de fevereiro de 2024

Economia

Circuito Fenearte mapeia cerca de 50 lugares, entre ateliês, galerias e museus

Entre os destaques na programação, está a feira ART PE, no Cais do Sertão (Av. Alfredo Lisboa, s/n, Bairro do Recife). Iniciativa do arquiteto Diogo Viana, a feira de arte contemporânea e moderna vai reunir cerca de 30 galerias e coletivos de artes visuais.

Postado em 04/07/2023 2023 06:40 , Economia. Atualizado em 03/07/2023 21:56

Exposições e ações de artes visuais, design e gastronomia acontecem paralelamente à feira, em diferentes lugares do Recife e de Olinda e com opções de traslado do Cecon-PE

Reprodução Google

Pelo primeiro ano, a Fenearte, maior feira de artesanato da América Latina, transborda o Centro de Convenções de Pernambuco, onde acontece de 5 a 16 de julho, para dialogar com outros espaços, no Recife e em Olinda, e também com outras linguagens, como artes visuais, design e gastronomia. Trata-se do Circuito Fenearte, uma programação paralela que mapeia cerca de 50 lugares, entre ateliês, galerias, museus, espaços de economia criativa e restaurantes, para incentivar as pessoas a viver experiências.

Entre os destaques na programação, está a feira ART PE, no Cais do Sertão (Av. Alfredo Lisboa, s/n, Bairro do Recife). Iniciativa do arquiteto Diogo Viana, a feira de arte contemporânea e moderna vai reunir cerca de 30 galerias e coletivos de artes visuais. Também promoverá palestras, com nomes como os artistas Marcelo Silveira e Juliana Notari e a curadora Cris Rosenbaum. A ART PE vai de 12 a 15 de julho, com visitação gratuita das 13h às 21h. A programação pode ser acessada pelo Instagram @_artpe.



No mesmo equipamento, mas no Museu Cais do Sertão, está aberta a exposição de mobiliários e objetos Sertão sobre Sertão, do designer Fábio Melo. É composta por 35 peças que passeiam pela trajetória do designer caruaruense graduado em Desenho Industrial pela UFPE, com formação no Atelier Blaise Rossetti, Paris. Em cartaz até o dia 30 de julho, com visitação de terça a sexta, das 10h às 16h; e aos sábados e domingos, das 11h às 17h. A entrada para o museu custa R$ 10 e R$ 5 (meia), sendo gratuita às terças.

Ainda no Centro do Recife, se instala no Edf. Pernambuco (Av. Dantas Barreto, 324, Santo Antônio) a mostra Primeiro Ato da Exposição Plural: Mãos e Almas – O encontro do artesanato, da arte, do design e da indústria brasileira em Pernambuco, na ação DW! PE, a primeira da Semana de Design de SP aqui. Haverá uma instalação na fachada, exposição de designers e o trabalho colaborativo, e em tempo real, de artesãos intervindo em peças do designer Sérgio J Matos. Nos dias 13 e 14, das 12h às 18h, gratuitamente.

Já no Espaço Criadouro (Rua Ulhôa Cintra, 122, Santo Antônio), ecossistema de empreendimentos criativos de arte e cultura no Edf. Douro, o visitante encontrará ateliês abertos e poderá vivenciar experiências. Entre os espaços, o Codalama – único graffiti shop no Recife, que estará com a exposição Berço do Infinito – Um lugar pra se gestar, da artista Priscila Avelin -, o Studio Arte Livre, de tatuagem; o laboratório maker Coletivo 3D; e a Escadaria, ateliê coletivo de artes visuais, esculturas e costura, com 11 artistas.

Em Olinda, a Casa Criatura expõe A Cara do Brasil, mostra coletiva com nove artistas sob curadoria de Max Motta, em cartaz de 4 a 16 de julho, das 14h às 21h . E aos sábados e domingos (dias 15 e 16 , manhã e tarde), oficinas de marcenaria, corte a laser e impressão 3D, e apresentações musicais (das 16h às 22h). Mais informações: @casacriatura.

Ainda em Olinda, de 5 a 16 de julho, o Centro Cultural Mercado Eufrásio Barbosa (Av. Sigismundo Gonçalves, s/n, Varadouro) apresenta em seu hall a exposição Tapeçaria Timbi: Bordando Obras do Mestre J. Borges, um trabalho de releitura, em bordados, de xilogravuras do artista bezerrense. Funciona de terça-feira a domingo, das 9h às 17h, e a entrada é gratuita.

E a Casa Estação da Luz (Rua Prudente de Moraes, 303) exibe A Olinda Brincante de Marisa Lacerda, com curadoria de Bruno Albertim, de 5 a 16 de julho, com visitação das 14h às 18h. Nos dias 5, 10 e 12, haverá oficina de frevo e danças populares, das 15h às 16h; no dia 8, feirinha de empreendedorismo feminino, das 10h às 16h,…