Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 14 de junho de 2024

Educação

O Campus Afogados da Ingazeira será um dos campi do IFPE polo do Programa Escola da Terra

]]]A iniciativa do Ministério da Educação para a formação continuada de professores em serviço em escolas do campo. Na última quinta-feira (13), aconteceu uma primeira reunião de alinhamento entre a direção do Campus, representada pela diretora-geral Andrea Dacal e pela professora Maria Amélia Silva Costa, e as coordenações das escolas do Campo dos municípios envolvidos […]

Postado em 14/07/2023 2023 11:18 , Educação. Atualizado em 14/07/2023 11:18

]]]A iniciativa do Ministério da Educação para a formação continuada de professores em serviço em escolas do campo.

Na última quinta-feira (13), aconteceu uma primeira reunião de alinhamento entre a direção do Campus, representada pela diretora-geral Andrea Dacal e pela professora Maria Amélia Silva Costa, e as coordenações das escolas do Campo dos municípios envolvidos na iniciativa.

No Pajeú, sete cidades serão beneficiadas: Afogados da Ingazeira, Tabira, Serra Talhada, Iguaracy, Solidão, Ingazeira e Quixaba. Serão oferecidas 50 vagas para professores cursistas, entre estes serão indicados cinco tutores bolsistas.

O objetivo é promover a formação continuada específica de 160 professores para que atendam às necessidades de funcionamento das escolas e às especificidades formativas das populações do campo do Estado de Pernambuco, especialmente das regiões: Zona da Mata (Campus Barreiros), Grande Recife (Campus Igarassu) e Sertão do Pajeú (Campus Afogados).

O curso de aperfeiçoamento de 180h será realizado no IFPE Afogados e terá início em setembro deste ano e seguirá até maio de 2024, encerrando com a participação no VII Seminário de Agroecologia e VII Seminário de Educação do Campo do IFPE. O evento de abertura do IFPE Afogados está previsto para o dia 23/09, com a participação da professora da UFBA Celi Taffarel, especialista em formação de professores, produção do conhecimento cientifico, políticas públicas e trabalho pedagógico.

O curso será dividido em cinco módulos presenciais:

1 – Princípios e Fundamentos da Educação do Campo; 12h

2 – Práticas Pedagógicas da Educação do Campo; 36h

3 – Trabalho, Decoloniedade, Cultura e Educação do Campo;12h

4 – Agroecologia, meio ambiente e educação do campo; 12h

5 – VII Seminário de Agroecologia e VII Seminário de Educação do Campo do IFPE. 15h

O programa conta com o apoio das seguintes entidades parceiras: Prefeituras Municipais, FETAPE, MST, Comissão Quilombola de Pernambuco, CPT e Comitê Pernambucano de Educação do Campo.