Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 29 de fevereiro de 2024

Agronegócios

Pernambuco aposta no fortalecimento da Agricultura Familiar para produzir mais alimentos

As mulheres rurais ganharam uma linha específica neste Plano Safra da Agricultura Familiar. Trata-se de uma nova faixa na linha Pronaf Mulher, com limite de financiamento de até R$ 25 mil por ano e taxa de juros de 4% ao ano destinada às agricultoras com renda anual de até R$ 100 mil.

Postado em 20/07/2023 2023 09:22 , Agronegócios, Economia. Atualizado em 20/07/2023 09:23

(Antonio Cruz/Agência Brasil)

 

O secretário de Desenvolvimento Agrário, Agricultura, Pecuária e Pesca, Aloísio Ferraz, participou do lançamento do Plano Safra da Agricultura Familiar 2023/2024, representando a governadora de Pernambuco, Raquel Lyra

Foram anunciados R$ 72 bilhões para o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, o Pronaf. O volume é 34% superior ao anunciado na safra passada.  “A política de crédito rural é um instrumento capaz de promover o desenvolvimento da agricultura familiar e aumentar a produção de alimentos,  para que o agricultor familiar tenha condições de trabalho e de geração de renda”, destaca Aloísio Ferraz.

As mulheres rurais ganharam uma linha específica neste Plano Safra da Agricultura Familiar. Trata-se de uma nova faixa na linha Pronaf Mulher, com limite de financiamento de até R$ 25 mil por ano e taxa de juros de 4% ao ano destinada às agricultoras com renda anual de até R$ 100 mil. Outro destaque é a redução da taxa de juros, de 5% para 4% ao ano, para quem produzir alimentos, como arroz, feijão, mandioca, tomate, leite, ovos, entre outros. O objetivo é contribuir com a segurança alimentar do país ao estimular a produção de alimentos essenciais para as famílias brasileiras.



Os agricultores familiares que optarem pela produção sustentável de alimentos saudáveis, com foco em orgânicos, produtos da sociobiodiversidade, bioeconomia ou agroecologia, terão ainda mais incentivos, com juros de apenas 3% ao ano no custeio e 4% no investimento. “Temos esperança na eficácia da política de crédito rural, reconhecendo o relevante papel dos bancos, como Banco do Brasil e BNB, afirmando que que a SDA-PE desenvolverá amplo esforço para a preparação e fundação da Safra de 2024, sobretudo apoiando os agricultores e melhorando as condições de Alimentação da população, como  prevê o Plano de Governo da Governadora Raquel Lyra”, destacou o secretário Aloísio Ferraz.

Assessoria de Comunicação