Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 16 de junho de 2024

Economia

Pernambuco se destaca no cenário empresarial com a abertura de mais de 40 mil empreendimentos no primeiro semestre de 2023

Os dados são da Junta Comercial de Pernambuco (JUCEPE) e correspondem a um aumento de 24,3% no número de empresas entre janeiro e julho

Postado em 03/08/2023 2023 19:04 , Economia. Atualizado em 03/08/2023 19:04

AScom Jucepe

Recife, Caruaru, Petrolina e Jaboatão dos Guararapes estão entre os municípios que mais abriram empresas no primeiro semestre. “O ano de 2023 inicia com uma grande retomada da economia e os dados demonstram um novo momento para a classe empresarial pernambucana”, ressaltou Gabriel Cavalcante, presidente da JUCEPE.
Mais um dado relevante para a economia do Estado mostra positividade neste primeiro semestre. Entre janeiro e julho, a Junta Comercial de Pernambuco, vinculada à secretaria de Desenvolvimento Profissional e Empreendedorismo, formalizou 40.111 novas empresas, incluindo os Microempresários Individuais (MEIs). Esse total corresponde a um aumento de 24,3% em relação ao mesmo período do ano passado que registrou 32.338 empresas abertas.

Sem a inclusão dos MEIS, Pernambuco abriu 11.576 novas empresas no primeiro semestre de 2023. No ano anterior, o número foi 10.863. Ou seja, nos primeiros seis meses da gestão da governadora Raquel Lyra, foram criadas quase 7% mais empresas do que em 2022..


ATIVIDADES ECONÔMICAS – Entre as atividades empresariais mais registradas, o destaque ficou por conta do comércio de vestuário, serviços combinados de escritório e apoio administrativo, serviços de engenharia, consultórios odontológicos e os mais variados comércios varejistas.

Seguindo as diretrizes do governo de Pernambuco e buscando dar maior celeridade ao registro de empresas, a Junta Comercial de Pernambuco procede com o registro mercantil exclusivamente em formato digital (através do site www.jucepe.pe.gov.br), onde pode ser feito o pagamento do DAE via PIX. Além disso, a JUCEPE também vem integrando mais municípios à Redesim, rede gerida pela Junta que simplifica o processo de registro e legalização de empresas.
Em franca recuperação, o levantamento também apontou uma significativa baixa no número de empresas fechadas no estado. De janeiro a junho de 2023 foram fechadas 36.144, número 23,1% menor que as 44.461 de 2022. Sem a inclusão dos MEIs, foram fechadas 9.973 empresas contra 15.365 do ano anterior.