Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 24 de fevereiro de 2024

Economia

Governo anuncia iniciativa para apoiar agricultores familiares através da compra de leite em pó

Serão R$ 200 milhões para isso, sendo R$ 100 milhões por meio do Programa de Aquisição de Alimentos, na modalidade compra direta e outros R$ 100 milhões via Ministério da Agricultura.

Postado em 20/08/2023 2023 22:48 , Economia. Atualizado em 20/08/2023 22:48

Divulgação

Esse leite vai ser destinado a pessoas em condições de insegurança alimentar e nutricional. Outras medidas do governo para ajudar o setor é o aumento do imposto de importação de leite e produtos lácteos de 12,8% para 18% pelo período de um ano. Isso para três produtos: queijo de pasta mole e de pasta azul e óleo de manteiga. E a retirada de 29 produtos de uma resolução que previa tarifa de importação unilateral de 10%. Estamos falando aqui de iogurte, manteiga, doce de leite, que agora terão imposto variando entre 10,8% e 14,4%.Em dificuldades por conta do aumento da importação especialmente para países do Mercosul, o setor de leite em pó produzido por agricultores familiares vai ganhar um reforço. O governo anunciou que vai comprar os estoques do produto.

Além disso, em julho passado, o governo já havia atendido pleito do setor de elevação da alíquota de outros componentes como complementos alimentares.

O anúncio foi feito esta semana após uma reunião entre os ministros do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Paulo Teixeira, o ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, e o presidente da Conab, Edegar Pretto, que falou sobre outra preocupação: a fiscalização.

Essa mesma preocupação tem o ministro da Agricultura, Carlos Fávaro.

A crise no setor vem desde o ano passado. Segundo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da USP, as importações brasileiras de lácteos aumentaram 148%, entre junho de 2022 e junho de 2023. Em relação ao leite em pó, as compras externas aumentaram ainda mais: 234% no período, sendo os principais fornecedores o Uruguai, a Argentina e o Paraguai.

Internamente, o preço médio do leite cru adquirido por laticínios registrou queda em maio, 6,2% em relação a abril. Apesar disso, o preço final do produto para os consumidores vem registrando alta. Entre janeiro e julho de 2023, o leite longa vida registrou alta de 7,13%, segundo o IPCA, que mede a inflação oficial. O próximo passo, agora, segundo a Conab é conversar com as grandes redes de supermercado para entender o que está havendo.

Por Agência Brasil