Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 10 de julho de 2024

Economia

Pernambuco tem o maior salário médio do Nordeste

A remuneração média do trabalhador formal no estado aumentou 6,38% em dezembro de 2023, na comparação com o fim do ano anterior

Postado em 02/02/2024 2024 08:56 , Economia. Atualizado em 02/02/2024 09:03

Pernambuco tem o maior salário médio do Nordeste

 

A remuneração média do trabalhador formal no estado aumentou 6,38% em dezembro de 2023, na comparação com o fim do ano anterior

No mês de dezembro de 2023, Pernambuco registrou o valor mais alto de “salário médio real de admissão” entre os estados do Nordeste, alcançando R$ 1.835,78. Comparado ao valor de dezembro do ano anterior (R$ 1.725,65), houve um aumento de 6,38% na média salarial do estado. Essa variação positiva coloca a remuneração média do trabalhador formal pernambucano como a terceira maior do país. As informações são provenientes do Novo Caged, divulgado hoje (30) pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Segundo a pesquisa, o estado finalizou o ano com a criação de 51.541 empregos, de janeiro a dezembro. Com esse resultado, Pernambuco passou a ser o oitavo maior gerador de empregos do país, subindo duas posições no ranking nacional em comparação ao ano de 2022, quando ocupava a décima posição. Geralmente, dezembro é um mês em que há um aumento nos desligamentos no Brasil, com um saldo negativo de 430 mil empregos no último mês de 2023. Dentre esses empregos encerrados, 8.635 ocorreram em Pernambuco. A secretária de Desenvolvimento Profissional e Empreendedorismo, Amanda Aires, analisa os resultados do acumulado anualmente. “Atualmente, Pernambuco tem o maior salário do Nordeste, o que é um feito importante, pois estamos proporcionando mais renda e dignidade às famílias. Além disso, estamos na oitava posição em geração de emprego no Brasil, o que significa que subimos duas posições em relação a 2022, e isso é um marco significativo“.

A gestora da pasta também aponta outro fator positivo nos dados apresentados pelo Caged. “Além disso, fechamos 2023 com mais de 50 mil postos de trabalho, um saldo positivo para o Estado. Isso também mostra que as ações estão sendo feitas, o ambiente é de otimismo e há uma clara retomada da economia pernambucana”, completa.

SETORES – Todos os cinco grandes setores produtivos em Pernambuco tiveram saldo de empregos positivo no ano de 2023. O resultado foi puxado, principalmente, pelos setores de Serviços (30.906), Comércio (12.585) e Indústria (4.811). Em seguida, vieram Construção (2.058) e Agropecuária (1.182).