Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 11 de abril de 2024

Saúde

Quatro patologias em destaque durante o Fevereiro Roxo e Laranja

Campanhas de saúde do mês alertam para diagnóstico e tratamento das doenças de Alzheimer, Lúpus e Fibromialgia. A cor laranja para conscientizar sobre a Leucemia.

Postado em 22/02/2024 2024 18:57 , Saúde. Atualizado em 22/02/2024 18:57

O movimento global de promoção da saúde selecionou fevereiro para conscientizar sobre quatro doenças importantes. Durante este mês, as cores roxa e laranja são amplamente utilizadas em vários meios de comunicação para destacar a importância da conscientização e combate às doenças. A campanha Fevereiro Roxo visa alertar sobre três condições: Alzheimer, Lúpus e Fibromialgia. Além disso, a cor laranja foi adicionada à campanha para conscientizar sobre um dos tipos mais graves de câncer, a Leucemia.

  • O Alzheimer trata-se de um tipo de demência, ou seja, evolui com alterações das funções cognitivas, como memória, orientação, atenção e linguagem, devido a mudanças nos componentes das células cerebrais – os neurônios.  Ela reduz a funcionalidade do paciente, em geral idoso, como a capacidade de realizar tarefas simples, além de interferir no seu comportamento. Há hoje cerca de 30 milhões de pessoas no Brasil com mais de 60 anos de idade, sendo que aproximadamente 6% delas convivem com o diagnóstico da doença de Alzheimer.
  • O Lúpus é caracterizado como um distúrbio crônico que faz com que o organismo produza mais anticorpos que o necessário para manter o organismo em pleno funcionamento. Os anticorpos em excesso passam a atacar o organismo e pode afetar articulações, pele, rins, células sanguíneas, cérebro, coração e pulmões, e também a respeito da fibromialgia, doença que gera dor muscular generalizada e sensibilidade além de fadiga e alterações no sono, memória e humor. Afeta principalmente mulheres, sendo 9 em 10 pacientes com o risco mais elevado durante a idade fértil.

 

  • A Fibromialgia ataca especificamente as articulações, causando dores por todo o corpo, principalmente nos músculos e tendões. A síndrome também provoca cansaço excessivo, alterações no sono, ansiedade e depressão. A doença pode aparecer depois de eventos graves como um trauma físico, psicológico ou mesmo uma infecção. No Brasil, a Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR) calcula que a fibromialgia afeta cerca de 3% da população. De cada 10 pacientes com fibromialgia, sete a nove são mulheres.

 

  • Fevereiro Laranja alerta sobre a Leucemia, uma doença maligna dos glóbulos brancos, geralmente, de origem desconhecida. Dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA) apontam que em 2019 a leucemia teve mais de 10 mil novos casos. Os sintomas incluem anemia, palidez, sonolência, fadiga, palpitação, manchas roxas na pele ou pontos vermelhos, bem como gânglios linfáticos inchados, perda de peso, febre e dores nas articulações e ossos.

 

A campanha também frisa a importância da doação de medula óssea. A doação é muito importante, pois a cada cem mil pacientes, apenas um doador é compatível. Procure orientação em uma Unidade de Saúde.

“É importante promover debates e conscientização sobre doenças que afetam a população do país e do mundo. A partir do Fevereiro Laranja e Fevereiro Roxo, há troca de informações, alertas sobre os sintomas e o assunto ganha espaço nos meios de comunicação. Com isso, todos ganham”, explica Amanda Goshima Kronka, docente do IDOMED e médica da Família e Comunidade.

 

Sobre o IDOMED

O IDOMED é um grupo que reúne 17 escolas médicas e consolida a tradição de mais de 25 anos de experiência nesse segmento. Está presente em todas as regiões do país, com aproximadamente 8,5 mil alunos e foco em excelência no ensino, aprendizado prático, tecnologia aplicada, desenvolvimento docente e conexão com a carreira médica.