Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 08 de abril de 2024

Economia

Segundo dia da AGRESTE TEX atrai mais de três mil pessoas e empresas

Apresentando novidades e produtos que envolvem toda a cadeia produtiva da indústria têxtil, sétima edição já registra recorde de participantes. Além de gerar negócios, evento oferece conhecimento através de palestras e bate-papo em podcast

Postado em 21/03/2024 2024 10:06 , Economia. Atualizado em 21/03/2024 10:06

A AGRESTE TEX oferece aos visitantes a oportunidade de explorar diversas vertentes da indústria têxtil e sua cadeia produtiva, cada vez mais robusta e estabelecida no Agreste pernambucano. O segundo dia do principal evento bienal do setor no Nordeste atraiu mais de três mil pessoas ávidas por conhecimento. Diversos tópicos estão em destaque, como moda sustentável, eficiência energética, cultura organizacional, estamparia e inovações em serigrafia. Contudo, o que realmente tem chamado a atenção na sétima edição da AGRESTE TEX é o interesse dos empresários nordestinos, em particular do Polo de Confecção do Agreste, em fechar negócios.

É o que confirma a Agabê, uma das expositoras. São 67 anos no mercado, fabricando produtos para serigrafia, emulsões e tecidos técnicos. A marca já conhece a região há uma década. “Nós temos parcerias com distribuidores locais de longas datas e sabemos que é um polo têxtil importante nacionalmente. É imprescindível estarmos perto destas empresas e profissionais, pois são eles que fazem nosso produto chegar ao cliente final, que é o fabricante”, explica Ildione Dogado, gerente comercial da marca. “Estamos bem contentes com a feira e é só o segundo dia. Ontem, por exemplo, ficamos com clientes no estande até as 21h30. Estamos bastante otimistas”, revela.

Quem também está satisfeito com a movimentação do evento é Gabriel Rodrigues, head de Marketing da Bonor. “O primeiro dia foi bem surpreendente pelo movimento que teve. Até comentei que, de todas as feiras que fizemos até hoje, foi um dos primeiros dias mais movimentados que a gente teve. Isso foi uma surpresa bem bacana pra gente. São pessoas focadas bem no nosso nicho de mercado, então elas entram aqui e ficam impressionadas com os produtos, querem fechar o negócio ali na hora. Está sendo bem produtivo”, comemora. A Bonor existe há 57 anos e, depois de iniciar as atividades no Recife, migrou para Parnamirim, no Rio Grande do Norte. Atualmente, sua linha de aviamentos é a maior da América Latina.

Após quase dez anos sem participar de uma feira no Brasil, a Savyon reestreia na AGRESTE TEX. “Depois de alguns anos participando de feiras internacionais em lugares como Paris, Nova Iorque e Califórnia, voltamos ao mercado nacional observando o crescimento de empresas têxteis. O primeiro dia, aqui, já foi bem positivo e nossa expectativa é fechar bons negócios”, conta Wellington Maximiano, gerente da marca. Situada no bairro do Bom Retiro, em São Paulo, a Savyon comemora 60 anos no ramo de malharia, com clientes em todo o País e, também, no exterior. “Temos clientes aqui na região Agreste, já temos essa relação, mas atuamos em todo o Brasil com grifes como Água de Coco, Animale, PatBO. Hoje, também exportamos 30% da nossa produção”, complementa.

Estreando na AGRESTE TEX, a Avanti comemora a valorização de um setor que é tão rico. “É a nossa primeira vez aqui e estamos satisfeitos, muitas pessoas têm vindo. Mais iniciativas como esta serão bem-vindas”, ressalta Mohamad Nagib, representante da Avanti. A importadora tem 25 anos e sede em São Paulo. “Nossa especialidade são os fios têxteis, de poliéster, de viscose, elastano, poliéster fiado e PV, e agora também borracha, algodão, PA. Ela é voltada para o segmento têxtil e industrial, não só têxtil, mas como todas as aplicações que usem fio”, explana.

Há nove anos investindo no mercado de impressão digital de grande formato, a Wiprime se preparou para estar pela primeira vez na AGRESTE TEX com um objetivo bem definido. “Temos vários clientes aqui na região e nossa pretensão é abrir uma filial aqui em Caruaru, pois é um mercado muito importante pra nós”, revela Walter Tolosa Jr, diretor da Wiprime, que tem sua matriz em São Paulo e uma filial em Santa Catarina. Além da área têxtil, a empresa atua na área de comunicação visual.

Fazendo parte do time de empresas de Santa Catarina que marca presença no evento, a Brasil Botões estreou não só como expositora, mas como patrocinadora do Brasil Fashion Designers, evento paralelo à AGRESTE TEX, que deu oportunidade a jovens estilistas do estado de criarem e desfilarem suas obras para o público.

“É muito importante entrar lá, desde a academia, quando eles estão começando, entendendo como se faz uma coleção, escolhendo aviamento, tecido, enfim, aprendendo a montar uma ficha técnica. Acho que sempre que a gente puder contribuir com isso, é muito importante. Foi bem prazeroso participar do concurso, ver o resultado, ver o olho brilhando no final. Até a gente ficou emocionado e ansioso”, reconhece a diretora da Brasil Botões, Camila Wittkowski. Sobre a feira, ela diz que tem sido uma grata surpresa. “A gente está bem feliz com o resultado, como foi a primeira vez, a gente não tinha noção do que encontraria. Estamos bem contentes com o movimento”, finaliza.

A AGRESTE TEX segue até esta sexta-feira (22), com palestras e podcasts inseridos na programação. Nesta quinta-feira (21), será realizado, ainda, o coquetel de lançamento da oitava edição, marcada para abril de 2026.

Programação

Relações de consumo, redução dos custos de energia, trafégo free e o mercado da moda íntima contemporânea estão dentre os assuntos que serão abordados nas palestras que começam a partir das 16h30. A programação completa pode ser conferida no site www.agrestetex.com.br ou pelo app do Febratex Group.

Serviço

Agreste Tex – Feira de Tecnologias para a Indústria Têxtil e de Confecção. Até 22 de março, das 16h às 21h. Polo Comercial de Caruaru/PE (BR-104, km 62). Inscrições e mais informações: www.agrestetex.com.br