Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 18 de maio de 2024

Cultura

Festival Aldeia Olho D’Agua dos Bredos agita sertão a partir de sexta-feira

Programação cultural acontece de 3 a 11 de maio, com oficinas, apresentações artísticas, mesas de debates, vivências, gastronomia e feira de economia criativa

Postado em 03/05/2024 2024 06:00 , Cultura. Atualizado em 02/05/2024 18:35

 

VI Festival Aldeia Olho D’Agua dos Bredos, idealizado pelo Sesc Arcoverde, que visa promover a cultura da região, em todas as suas especificidades. A programação segue até o dia 11 de maio, na cidade e em alguns distritos do município, com oficinas, apresentações artísticas, mesas de debates, vivências entre grupos, gastronomia e feira de economia criativa. A programação completa está disponível em http://sescpe.org.br.

“O objetivo do festival é garantir espaço e fomento para a produção artística de nossa gente, reconhecendo o artista como protagonista das ações, através de vivências, partilha e troca de experiências, além de reflexões, discussões e construção de pensamentos críticos e autônomos”, afirma Eduardo Espinhara, supervisor de Cultura do Sesc Arcoverde.
Além da programação cultural, o Aldeia promove o Cena Gastrô, em que o público vai poder saborear a culinária regional, em pratos especiais, durante o período do festival, nos restaurantes Cantata, Sussuarana e Talentos.
No sábado (04), a programação vai contar com o projeto De Repente na Feira, no Cecora, às 7h, o Palco Giratório, com o espetáculo “Quatro Luas”, de O Bando Coletivo de Teatro, na Estação da Cultura (R$ 20 – preço único), às 19h. No Teatro Geraldo Barros, às 21h, a Cia. Compassos apresenta “Um Pano que Limpa o Tempo”, com entrada gratuita.
No domingo (05), o De Repente na Feira vai ao bairro São Cristóvão, às 7h. O Sesc recebe a Cia Tu Mateixa (SP), às 18h, com o espetáculo “Laia e o Voo da Imaginação” (R$ 20 – preço único). Às 20h, na Estação da Cultura, a Cia Oxente de Atividades Culturais (PB) encena “Formigas bebem Absinto no Armazém do Caos” (ingresso – 1 kg de alimento).
Na segunda (06), o Combo Rio Branco vai ao Assentamento Pedra Vermelha, com o “Riso Interior”, do Teatro de Retalhos, e o Cine Caixola. Na Galeria de Artes do Sesc, será aberta a exposição “Reatar”, da artista Thalyta Monteiro (gratuito), que fica em cartaz até o dia 11. A primeira oficina será “Teatro de Formas Animadas”!, com Júlia Barnabé (SP). Inscrições. No Sesc, a R$ 60. Comerciários e dependentes, em dia com a Credencial Sesc, pagam R$ 30.
Na terça (07), o Combo Rio Branco será no distrito das Caraíbas, com “Um Escritor na Minha Escola”, que convida a escritora Márcia Moura e o Reisado das Caraíbas. O Teatro Geraldo Barros abre espaço para o Cine Sesc, às 15h, que exibe o documentário “Clássicos”, do Teatro de Retalhos (gratuito). Tem ainda o segundo dia da oficina de Júlia Barnabé e “O Problema é a Cerca”, de Renna Costa, no Teatro Geraldo Barros, às 20h (ingresso – 1 kg de alimento).
Na quarta (08), o Combo Rio Branco vai ao bairro Maria de Fátima. Lá, tem as histórias da Tropa do Balacobaco e o Cine Locomotivo. No Teatro Geraldo Barros, às 15h, mais uma sessão do Cine Sesc e o documentário “Clássicos”, do Teatro de Retalhos (gratuito). O show “Vozes de Vênus” vai ser às 21h, no Talentos – Café com Arte (gratuito), com as cantoras Sílvia Virgínia, Ju Vieira, Maria Erika, Wê Batista, Brenda e o Grupo Vocal do Sesc Arcoverde.
Na quinta (09), às 18h, na Biblioteca José Lins do Rêgo, acontece a roda de conversa “Gestão Cultural e Maternidade” e o espetáculo “Miúdo Mundo”, das Mulheres Senescentes no Teatro Lambe-Lambe (gratuito). A Mesa de Glosa traz o tema “Mulheres De Repente”, às 19h30, na Livraria Lira, no Bandeirante (gratuito). No mesmo local, às 21h, tem Cantoria Crua (gratuito).
Na sexta (10), o Palco Giratório apresenta “Alegria de Náufragos”, do Grupo Ser Tão Teatro (PB), às 20h, na Estação da Cultura (R$ 20 – preço único). Às 20h, o Salão de Festas do Sesc será palco para o show de Martins, às 21h (ingressos – R$ 20, comerciários e dependentes, e R$ 30, público geral).
O sábado (11) será cheio de atrações. Às 12h, no Sesc, começa a Feira Giro Criativo, um incentivo à produção de artesãos e empreendedores da cidade e região. Também às 12h, tem show com o Samba Roda 4, no Salão de Festas (gratuito). Às 14h, na Sala de Dança, Uellington Araújo, Mylene Ferreira e Cleide Ferreira apresentam “Intervenção de Danças Solo” (gratuito).
A exposição “Reatar”, de Thalyta Monteiro, segue até às 20h, na Galeria de Artes do Sesc. No Salão de Festas, tem as bandas Cadilac Tangerina, às14h, e O Cafofo, às 16h. Ás 15h30, o Coletivo Grão de Teatro (Sesc Ler Belo Jardim) encena “De Lá do Mar pra Cá”, no Teatro Geraldo Barros. Estas três ações são gratuitas. Às 17h30, sai o cortejo Arrasta Nós de Joselma, da Praça Winston Siqueira até o Sesc, onde, às 18h30, se apresenta o Maracatu Baque Mulher.
A roda de conversa “A Mulher na Produção Cultural Independente, Mercado Cultural e Documentações Cartonera Estações”, será às 19h, na Biblioteca José Lins do Rêgo. As “Memórias Afetivas, da turma de Balé para Jovens do Sesc, será na Sala de Dança da unidade, às 20h (ingresso – 1 kg de alimento). Fechando o Aldeia, Caike Souza faz show, às 21h, no Teatro Geraldo Barros (R$ 20 – comerciários e dependentes / R$ 30 – público geral) e Riáh canta para o público, às 22h30, no Salão de Festas (gratuito).