Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 21 de maio de 2024

Saúde

Petrolina inicia mutirão de cirurgias pediátricas para atender demanda da região

O objetivo é atender demandas, foi criado mutirão de cirurgias pediátricas em Petrolina, beneficiando mais de 1.100 pacientes com investimento de R$2 milhões.

Postado em 06/05/2024 2024 11:11 , Saúde. Atualizado em 06/05/2024 11:11

Estão sendo feitas cirurgias de herniorrafia inguinal e umbilical, postectomia, fimose, criptorquidia, hipospadia, orquidopexia, colostomia, anquiglossia, cisto criptorquidia, ente outras. Os procedimentos estão acontecendo aos finais de semana e a finalidade da força-tarefa é promover a redução da fila para os pacientes que estão aguardando os procedimentos.

As vestimentas de super-heróis já indicavam a fortaleza com que as crianças, ainda nos primeiros horários da manhã, chegavam para realizar os procedimentos cirúrgicos. As mães, encorajadas e felizes, seguravam os filhos com a certeza de que após a conclusão das cirurgias viria alívio para toda a família.

Petrolina, em parceria com o Governo do Estado de Pernambuco, teve início o mutirão de cirurgias pediátricas que contemplam pacientes do município e demais cidades da região. No primeiro final de semana, 21 crianças fizeram os procedimentos. O mutirão contempla ainda cirurgias ginecológicas programadas para acontecer a partir da segunda quinzena de maio.

O objetivo é atender demandas, foi criado mutirão de cirurgias pediátricas em Petrolina, beneficiando mais de 1.100 pacientes com investimento de R$2 milhões.

A dona de casa Stela da Silva Barbosa, chegou cedo e aguardava ansiosa a cirurgia do filho Tawan Alexandre da Silva, de 5 anos. “Meu filho tem hérnia no testículo e a partir da entrada que demos na Secretaria de Saúde, hoje estamos aqui para realizar a cirurgia”, destacou. Outra criança atendida foi Samuel Rodrigues, para a mãe, Raquel Rodrigues, foi um alívio passar pelo mutirão. “Meu filho vai fazer a cirurgia de hérnia inguinal. Nós demos os primeiros passos há um tempo, fizemos exames, consultas, e em abril nos encaixávamos para o mutirão. Recebemos a ligação da Secretaria de Saúde de Petrolina e viemos para a consulta no final do mês passado. Hoje estamos aqui para concretizar o procedimento”, destacou.