Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 21 de junho de 2024

Últimas Notícias

O Concurso Unificado será realizado em 18 de agosto, conforme confirmado pelo Ministério da Gestão

Local das provas será divulgado em 7 de agosto

Postado em 23/05/2024 2024 11:34 , Últimas Notícias. Atualizado em 23/05/2024 11:34

O Concurso Público Nacional Unificado (CNPU) foi reagendado para 18 de agosto. O Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos (MGI) informou que o cartão de confirmação, contendo os detalhes dos locais de prova, será disponibilizado em 7 de agosto. A notícia foi anunciada na manhã de quinta-feira, 23 de agosto.

A prova tem mais de 2,1 milhões de candidatos inscritos que vão disputar 6.640 vagas em 21 órgãos da administração pública federal. Salários iniciais podem chegar a R$ 22,9 mil. O cronograma completo será divulgado pelo governo federal, em breve.

Em comunicado, o Ministério da Gestão garante que os mais de 18,7 mil malotes de provas foram recolhidos em todo o Brasil para um local seguro. Os malotes foram checados, um a um, por membros da rede de segurança, e não foi identificada qualquer violação ao material.

Locais de provas

Com a remarcação das provas, o Ministério precisará confirmar a disponibilidade de cada um dos locais de aplicação do certame nacional novamente. A prioridade do MGI será manter os endereços definidos anteriormente. Especificamente sobre os municípios do Rio Grande do Sul, o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos fará tratativas para garantir o acesso de todos os inscritos no estado.

Em 7 de agosto, o candidato poderá acessar novamente o cartão de confirmação de inscrição do concurso para checar se o local da prova foi mantido ou alterado. O documento com detalhes da inscrição estará disponível na Área do Candidato, no mesmo site em que o cidadão fez a inscrição.

Para acessar, é preciso fazer login e senha do portal do governo federal, o Gov.br. As provas serão aplicadas nas 27 unidades da federação pela Fundação Cesgranrio.