Facebook jornal do sertão Instagram jornal do sertão Whatsapp jornal do sertao

Pernambuco, 23 de junho de 2024

Últimas Notícias

Pernambuco faz história ao ser o único estado brasileiro a diminuir desmatamento da Caatinga

No ano de 2022, o desflorestamento registrado na Caatinga totalizou 21,5 mil hectares, já em 2023 o sistema de alerta detectou a derrubada de 15,9 mil hectares na vegetação do sertão pernambucano

Postado em 29/05/2024 2024 13:44 , Últimas Notícias. Atualizado em 29/05/2024 13:44

Pernambuco diminuiu em 35% a taxa de desmatamento na região da Caatinga. Essa conquista foi destacada no Relatório Anual de Desmatamento 2023 (RAD 2023), elaborado pelo MapBiomas Alerta, uma ferramenta que valida alertas de desmatamento de vegetação nativa.

O relatório está disponível para consulta no site,  clique aqui 

No ano de 2022, o desflorestamento registrado na Caatinga totalizou 21,5 mil hectares, em 2023 o sistema de alerta detectou a derrubada de 15,9 mil hectares na vegetação do sertão pernambucano. Pernambuco está não conseguindo evitar a destruição da mata, como também está ativamente incentivando o reflorestamento desse ecossistema. No mês de abril, foi lançado o Edital Caatinga com o investimento de R$ 16 milhões para o plantio de 500 mil árvores nativas da região. Estamos focando na recuperação desse bioma, o qual é de extrema importância para o nosso meio ambiente”, ressalta a governadora Raquel Lyra.

Dos nove estados que possuem a Caatinga – Alagoas, Bahia, Ceará, Paraíba, Rio Grande do Norte, Piauí, Sergipe e Minas Gerais – Pernambuco foi o único que apresentou redução no desmatamento neste bioma. Em relação ao desmatamento geral, que inclui outros biomas, o RAD 2023 mostra que, no Nordeste, apenas em Pernambuco e Piauí os índices de supressão geral às vegetações caíram.

Fotos: Tarciso Augusto/Semas

Este é o 5º ano consecutivo em que o MapBiomas Alerta divulga o raio-x do desmatamento em todos os biomas brasileiros. “Pernambuco está de parabéns pelo trabalho realizado”, disse o coordenador técnico do MapBiomas Caatinga, Washington Rocha, durante a apresentação do Relatório nesta terça (28), transmitido pelo canal do YouTube da Instituição para todo o país (https://www.youtube.com/watch?v=BjC9Vy7hu3k) .

Segundo o RAD 2023, nos últimos cinco anos o Brasil perdeu 8,5 milhões de hectares de vegetação nativa, o equivalente a duas vezes o estado do Rio de Janeiro. Porém, 2023 representou um ponto de inflexão nesse processo. Esse resultado foi graças a uma queda de 11,6% na área desmatada. Essa redução se deu mesmo com um aumento de 8,7% no número de alertas, na comparação com 2022.

 

Fotos: Tarciso Augusto/Semas